Vigência da MP 784 é prorrogada por 60 dias

Confira os destaques da semana de 7/8 a 11/8

Semana / 12 de agosto de 2017
Por 


Vigência da MP 784, que reforma as atividades sancionadoras do Banco Central e da CVM, é prorrogada por 60 dias. Editada em junho, a norma teria que ser transformada em lei até este mês de agosto. Com a prorrogação, o prazo se prolonga até outubro. Uma das principais previsões da MP é a possibilidade de a CVM e o Banco Central firmarem acordos de leniência com pessoas físicas e jurídicas que confessarem a prática de irregularidades e colaborarem com a apuração dos fatos de forma permanente. Leia também a reportagem CVM mais forte.

7/8

– Com o objetivo de garantir os recursos necessários para a aquisição da rede britânica de cosméticos The Body Shop, o board da Natura aprovou uma emissão de notas promissórias no valor de 3,7 bilhões de reais. A distribuição será feita com esforços restritos de alocação e o valor unitário dos papéis será de 50 mil reais.

8/8

– Eneva solicita à CVM registro de oferta pública de distribuição primária e secundária de ações. O volume da oferta e o preço das ações não foram divulgados, mas a companhia diz esperar utilizar os recursos captados para o pagamento de dívidas e outros investimentos.

9/8

– Oi informa prejuízo de 3,3 bilhões de reais no segundo trimestre de 2017. Segundo a companhia, o resultado negativo se deve ao impacto do câmbio sobre o resultado financeiro.

– Petrobras e Banco do Brasil aderem ao Programa Destaque em Governança de Estatais, da B3. As duas companhias foram as primeiras a ingressar no projeto. De adesão voluntária, o programa incentiva o aprimoramento da governança das empresas estatais por meio da adoção de uma lista de medidas, que deverão ser implementadas nos próximos três anos.

– Eletropaulo agenda para 12 de setembro a assembleia que votará a migração da companhia para o Novo Mercado. A proposta da administração é trocar cada ação preferencial por uma ordinária, sem diluição dos acionistas.

10/8

– Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estipula prazo de 15 dias para que a Oi reformule e apresente um novo plano de recuperação judicial. Entre as mudanças sugeridas pelo órgão, a companhia precisa demonstrar que tem alternativas de aporte de capital e esclarecer sobre a viabilidade da quitação dos débitos atuais com a agência.

– Vale informa que 72,2% de suas ações preferenciais em circulação aderiram à conversão voluntária em ações ordinárias, conforme proposta de reestruturação da empresa.

– Conselho de administração da Brasil Brokers aprova aumento de capital no valor de 70 milhões de reais, que será feito por meio da emissão de 63 milhões de novas ações ordinárias.

– Petrobras lucra 316 milhões de reais no segundo trimestre, o que representa uma queda de 93% em relação aos três meses anteriores. No mesmo dia, a petroleira anunciou a descoberta de petróleo em camada pré-sal na Bacia de Campos. Essa é a primeira descoberta do tipo na área e ocorreu durante a perfuração do poço Poraquê Alto, localizado a 115 quilômetros da costa do Rio de Janeiro e a uma profundidade de 1,1 quilômetro.

11/08

– Kroton faz parceria com a BV Financeira para oferta de crédito estudantil. Os alunos da graduação da rede de ensino poderão financiar 50% do valor da mensalidade, sem juros, mas com correção monetária.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Mais transparentes
Próxima matéria
Garantia de confidencialidade




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Mais transparentes
As companhias indianas intensificaram a adesão voluntária a boas práticas de governança corporativa e estão mais...