Queda histórica no preço do barril de petróleo derruba ações da Petrobras

Os principais acontecimentos para o mercado de capitais na semana de 12 a 14 de novembro

Semana / 14 de novembro de 2018
Por 


Ilustração: Julia Padula

Cotações de contratos de petróleo WTI (negociados em Nova York) e Brent (em Londres) tiveram quedas históricas nesta semana. Na quarta-feira, o WTI caiu 7,1% — o maior recuo diária desde setembro de 2015 —, atingindo 55,69 dólares, a mais baixa cotação desde novembro de 2017. Já o petróleo Brent apresentou desvalorização de 6,6%, para 65,47 dólares por barril, menor valor desde março. Os resultados negativos ajudaram a puxar para baixo o Ibovespa. A Petrobras está sendo a grande afetada — desde o patamar de 2,26 reais atingido em setembro, o preço da gasolina nas refinarias da Petrobras tem seguidos cortes, acumulando queda de 37,6% no período. As ações da companhia perderam 5% na terça-feira, o dia mais crítico.

12.11

– Petrobras anuncia ter iniciado a operação da plataforma de P-75, instalada no campo de Búzios, na Bacia de Santos, com a produção de petróleo e gás natural. A plataforma tem capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de óleo e para comprimir até seis milhões de metros cúbicos de gás natural.

13.11

– Conselho de administração da operadora Telecom Italia revoga o mandato do presidente do grupo, Amos Genish, que estava no posto desde julho de 2017. O cargo será assumido interinamente pelo presidente da TIM, Fulvio Conti, até 18 de novembro, data em que o conselho se reunirá novamente para escolher o substituto de Genish.

14.11

– Qualicorp anuncia que o diretor-presidente e fundador da companhia, José Seripieri Filho, concluiu a aquisição de 150 milhões de reais em ações da empresa. A compra foi acordada com o principal acionista, a XP Gestão Recursos, em outubro. A gestora pedia a anulação de um contrato firmado entre Seripieri e a companhia para que ele permanecesse na Qualicorp por pelo menos seis anos e não abrisse negócios concorrentes, em troca de indenização de 150 milhões de reais paga pela empresa. Entenda a história na reportagem Governança da Qualicorp na UTI.

– A Securities and Exchange Commission (SEC) concede registro à Oi para a operação de aumento de capital no valor de 4 bilhões de reais, parte do plano de recuperação judicial da companhia. Os detentores de american depositary shares (ADSs) são englobados pelo direito de preferência na subscrição das novas ações a serem emitidas na capitalização, por isso a necessidade de registro.

– Oi registra prejuízo líquido atribuído aos acionistas controladores de 1,34 bilhão de reais no terceiro trimestre deste ano, um aumento de cerca de 70,3 vezes em comparação com os 19 milhões de reais de perdas registrados em igual período de 2017.

– Governo federal publica MPs 855 e 856, para tentar viabilizar o leilão de privatização de distribuidoras de energia da Eletrobras no Amazonas e em Alagoas. A primeira delas autoriza fundos do setor elétrico a cobrir até 3 bilhões de reais em passivos dessas empresas com despesas com combustíveis feitas no passado e que não atenderam critérios de eficiência estabelecidos à época pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Eletrobras Oi SEC Qualicorp ADSs Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Jogo de ganha-ganha de plataformas e assets
Próxima matéria
Plataformas alavancam as assets independentes



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Jogo de ganha-ganha de plataformas e assets
Como numa típica dinâmica de ganha-ganha, a proliferação de plataformas abertas de investimento no Brasil acelera o fortalecimento...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}