- Capital Aberto - https://capitalaberto.com.br -

Claro compra Nextel por 3,47 bilhões de reais e firma sua vice-liderança em telecomunicações

Na terça-feira, 19 de março, a América Móvil, controladora da Claro e pertencente ao bilionário mexicano Carlos Slim, chegou a um acordo com a NII Holdings e a AI Brazil Holdings para comprar a Nextel Brasil por 3,47 bilhões de reais. Com a operação, a Claro vai avançar em relação à TIM para se consolidar como segunda colocada entre as maiores empresas em telecomunicações no Brasil, ficando atrás apenas da Telefônica, dona da marca Vivo. As receitas de Claro e Nextel somaram cerca de 15 bilhões de reais em 2018.

18.03

– Justiça de Minas Gerais divulga decisão liminar proibindo a Vale de depositar rejeitos nas barragens Dique Minervino e Dique Cordão Nova Vista, na cidade de Itabira (MG). A decisão foi motivada por pedido do Ministério Público estadual, que obteve novas informações da empresa Tüv Süd, que audita barragens da Vale.

– Fabio Schvartsman, ex-presidente da Vale, pede adiamento de seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) de Brumadinho no Senado por uma questão de saúde — ele se submeteu a um procedimento médico oftalmológico e apresentou atestado.

19.03

– O presidente da Embraer, Paulo Cesar de Souza e Silva, deixará o cargo em 22 de abril, conforme informações do jornal Valor Econômico. Ele liderou as operações da joint venture entre a companhia e a Boeing e sairá quando do vencimento de seu mandato.

 

20.03

 

– Vale anuncia que seu conselho de administração decidiu incluir Manuel Martins, especialista em engenharia geotécnica e engenharia de barragens, no comitê independente de assessoramento extraordinário de apuração do desastre de Brumadinho, substituindo Jean-Pierre Paul Rémy.

– 1ª Vara Empresarial da Justiça de Minas Gerais determina o bloqueio de 778,4 milhões de reais de Thor Batista, filho do empresário Eike Batista, para pagamento de débitos com credores da empresa MMX. A ação, que corre em segredo de Justiça e foi acessada pelo portal G1, é movida pelo administrador judicial da MMX, do grupo OGX e que está em recuperação judicial.

 

21.03

– Presidente do UOL, Rômulo Dias renuncia ao cargo. Segundo informou a PagSeguro, empresa do UOL controlada pelo Grupo Folha, a motivação é pessoal. Ele permanece na companhia até 3 de abril.

– Loteadora de terrenos Slot Urbanismo obtém registro de companhia aberta na CVM na categoria A, que possibilita a emissão de valores mobiliários, incluindo ações. Com isso, a companhia poderá fazer IPO.

– Levi’s volta ao mercado de ações após 48 anos, com alta de 30% no valor de suas ações na Nyse no dia de estreia. O IPO levantou 623 milhões de dólares.

– CCR pretende pagar 71 milhões de reais em cinco anos para que 15 ex-executivos envolvidos em atos ilícitos colaborem com investigações do Ministério Público, de acordo com informações presentes no relatório de resultados divulgado.

– Google é multado em 1,49 bilhão de euros pela União Europeia após investigação sobre concorrência concluir que a empresa havia passado dez anos impedindo sites de usar serviços de publicidade de seus concorrentes.

 

22.03

– Conforme noticiado pela imprensa americana, a Avon Products está considerando um acordo que reunirá suas unidades, separadas há três anos, e a venda da companhia para a Natura.