Volume de fusões e aquisições despenca 74% no semestre

Seletas / Edição 145 / 1 de setembro de 2015
Por 


Ilustrações: Marco Mancini / Grau 180

Ilustrações: Marco Mancini / Grau 180

Depois de ter movimentado inéditos R$ 193 bilhões em 2014, o mercado de fusões e aquisições sucumbiu à crise. Nos primeiros seis meses deste ano, o volume foi de apenas R$ 18,2 bilhões. O valor é 74% inferior ao registrado no mesmo período de 2014, segundo a Associação Brasileira das Entidades do Mercado Financeiro e de Capitais (Anbima). O balanço evidencia que a retração foi generalizada. O número de transações caiu de 62 para 35 e o volume médio dos negócios ficou em R$ 500 milhões, menor cifra para um primeiro semestre desde o início da série, em 2010.

A associação atribui o fraco desempenho às incertezas em relação ao ambiente macroeconômico brasileiro. O cenário vai ao encontro do Deal Flow Predictor, relatório de tendências da Intralinks. No documento divulgado em 30 de julho, a consultoria previu que a América Latina, capitaneada pelo Brasil, lutaria para fechar 2015 com um crescimento de apenas 0,5% no número de fusões e aquisições em relação ao ano anterior.



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  fusões e aquisições Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
BDR lastreado em ADR estreia na BM&FBovespa
Próxima matéria
Impedimento de voto do controlador volta a dividir diretores da CVM




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
BDR lastreado em ADR estreia na BM&FBovespa
Mais um grupo de Brazilian depositary receipts (BDRs) não patrocinados estreou na BM&FBovespa, no dia 24 de agosto....