Pesquisar
Close this search box.
Onda de demissões aprofunda queda no valuation das startups 
Profissionais do Vale do Silício correm para se livrar de suas stock options antes que a crise no setor piore
valuation startups, Onda de demissões aprofunda queda no valuation das startups , Capital Aberto
Algumas empresas estão oferecendo uma prorrogação de prazo para que ex-funcionários exerçam suas stock options, mas alguns preferem não esperar | Imagem: Freepik

A onda de demissões que atinge o setor de tecnologia está ajudando a aprofundar ainda mais o colapso dos valuations das startups do Vale do Silício. Para muitos funcionários que perderam o emprego, o prazo para exercício de suas stock options é de 60 dias, o que os obriga a vender durante a pior baixa do mercado em uma década. A situação é ruim para os colaboradores, mas também para as empresas, que veem suas cotações serem pressionadas para baixo. 


A Capital Aberto tem um curso online sobre capitalização de startups. Saiba mais!


“Há uma leva de pessoas que estão sendo demitidas e que tentam vender suas ações”, afirmou ao Financial Times Greg Martin, diretor-executivo da Rainmaker Securities, que facilita transações com valores mobiliários privados. “Com isso, estamos vendo uma queda de 30% a 80% dos preços em relação a um ano atrás”. 

Essa situação tem dificultado ainda mais a tarefa de se estimar um preço atual para as startups. Muitas têm evitado captar dinheiro com fundos de venture capital neste momento por medo de serem obrigadas a aceitar valuations muito baixos. Paralelamente, mercados secundários privados, geridos por corretoras como a Rainmaker, enfrentam muitas vezes um quadro de pouquíssima liquidez, o que dificulta as tentativas de se atribuir um valor de mercado preciso para as vendas que acontecem nesses espaços. 

Diante desse cenário, algumas empresas vem oferecendo uma prorrogação de prazo para que ex-funcionários exerçam suas stock options, mas alguns preferem não esperar movidos por temores de que a crise no setor de tecnologia possa piorar. De acordo com levantamento do site Layoffs.fyi., as empresas do segmento cortaram mais de 150 mil vagas no ano passado, ante 15 mil em 2021. 

Matérias relacionadas 

Investimento em venture capital deve registrar maior queda em duas décadas

Investidor troca a fantasia do unicórnio pela resistência do camelo

Como avaliar o potencial de uma startup


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.