BM&FBovespa melhora oferta por Cetip

A BM&FBovespa voltou a investir na fusão com a Cetip. No dia 19 de fevereiro, após uma reunião de dois dias, o conselho de administração da Bolsa aprovou os novos termos da oferta, válidos por 20 dias. O preço subiu de R$ 39 para R$ 41 por ação — assim, se aprovada a junção, os

Seletas/Companhias abertas/Edição 19/Reportagens / 26 de fevereiro de 2016
Por 


Ilustração: Grau 180.com.

Ilustração: Grau 180.com.

A BM&FBovespa voltou a investir na fusão com a Cetip. No dia 19 de fevereiro, após uma reunião de dois dias, o conselho de administração da Bolsa aprovou os novos termos da oferta, válidos por 20 dias. O preço subiu de R$ 39 para R$ 41 por ação — assim, se aprovada a junção, os atuais acionistas da Cetip passariam a ser donos de 11,8% do capital da BM&FBovespa. A proposta contempla, ainda, melhoria nas condições de pagamento. Os acionistas da Cetip receberiam 75% do valor em dinheiro (R$ 30,75 por ação) e o restante em ações, na proporção de 0,8991 ação da Bolsa para cada papel da Cetip.

A elevação do preço era esperada pelo mercado e, antes mesmo do anúncio oficial da nova oferta, já circulava o rumor de que a BM&FBovespa pagaria R$ 41 por ação da Cetip. Tanto que, em relatório enviado a clientes no dia 17 de fevereiro, os analistas do Santander Henrique Navarro e Renata Cabral projetaram que, com o papel a esse valor, o potencial de ganho para os acionistas da Cetip seria de 8% ou até menor (de 2%), se considerado o tempo para concretização do negócio (de seis a nove meses).

Também antes do anúncio oficial, Eduardo Rosman e Gustavo Logo, analistas do BTG Pactual, avaliaram a possível fusão. O sucesso da operação, observaram, pode aumentar a competitividade da BM&FBovespa num momento em que a redução do valor de mercado das companhias listadas e as incertezas econômica e política limitam a recuperação do volume negociado no pregão.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  cetip fusão BM&Bovespa Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Minuta sugere inovações para os FIPs
Próxima matéria
Nova Enron?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Minuta sugere inovações para os FIPs
Em dezembro de 2015, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) submeteu a audiência pública uma nova minuta de instrução...