Na CVM, Eike Batista terá que enfrentar ao menos sete julgamentos

Seletas / Bolsas e conjuntura / Reportagem / Edição 64 / 3 de fevereiro de 2017
Por 
Ilustração: Rodrigo Auada Desde o dia 30 de janeiro o empresário Eike Batista está preso. Alvo da Operação Eficiência, um desmembramento da Lava Jato no Rio de Janeiro, ele é acusado de ter abastecido o esquema de corrupção do ex-governador Sérgio Cabral, detido desde novembro. Veio do...

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  CVM OGX mercado de capitais EIKE BATISTA Corrupção Operação Lava Jato Grupo X Operação Eficiência Sérgio Cabral

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O futuro já começou
Próxima matéria
Remuneração de executivos e distribuição de dividendos estão sob escrutínio, alerta carta da BlackRock




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
O futuro já começou
“O futuro dependerá daquilo que fazemos no presente.” Mahatma Gandhi Observo minha neta de nove anos usando o celular....