Minoritários acusam Prumo de fazê-los pagar pela própria OPA de fechamento de capital

Seletas / Companhias abertas / Reportagem / Edição 57 / 18 de novembro de 2016
Por 
Ilustração: Rodrigo Auada A Prumo Logística está mais uma vez em maus lençóis diante de seus acionistas minoritários. Eles acusam o grupo controlador EIG Energy Global Partners de ludibriá-los no processo que levará ao fechamento de capital da companhia e cuja conta poderá ser paga pelos...

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  CVM Captação de Recursos OPA acionistas minoritários Fechamento de capital aumento de capital Prumo EIG

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Nem tão pessimista: “homem de negócios” de Trump falará mais alto, diz Mobius
Próxima matéria
Instrução 531 trava ofertas de FIDCs




Recomendado para você




1 comentário

Nov 20, 2016

Esse tal minoritário Roberto Lombardi, ex-dono da Corretor a Interfloat não é tão “minoritário” como alguns (epa!) possam pensar…
O Bob Lombardi de Barros não é bobo não, tem historia no mercado.
Além da denuncia bem fundamentada à CVM conforme publicado na Revista Capital Aberto e Exame, ele tem tudo pra devolver o barro que a EIG quer jogar na nossa cabeça, se a leoa mansa da CVM continuar só peidando & andando pra esse processo vil-ciado.
Se o figura “de Barros” ainda não abandonou o barco, é sinal de que ainda podemos ter alguma esperança..
Já os pessimistas certamente dirão: Devagar com o andor, que esse santo é “de Barros”



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Nem tão pessimista: “homem de negócios” de Trump falará mais alto, diz Mobius
Considerado um guru dos mercados emergentes, Mark Mobius, gestor de recursos da Franklin Templeton, engrossou o time...