GP lança oferta pela BR Properties, mas esbarra em exigências do conselho

Seletas / Fusões e aquisições / Edição 12 / Reportagem / 18 de dezembro de 2015
Por 
A crise do BTG Pactual atingiu em cheio a BR Properties, empresa especializada na exploração de imóveis comerciais. O banco de André Esteves era seu principal acionista, com cerca de 36% do capital. A participação foi reduzida para 18,8%, após um leilão realizado na BM&FBovespa no dia...

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  BTG Pactual

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Risco ambiental, Samarco e a precificação de ações
Próxima matéria
BTG Pactual faz manobra para comprar as próprias ações na bolsa




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Risco ambiental, Samarco e a precificação de ações
No dia 5 de novembro, ocorreu o rompimento de uma barragem de detritos de minério pertencente à mineradora Samarco....