Garantia incerta

Duas décadas depois de lançada, alienação fiduciária é um problema para o setor imobiliário

Bolsas e conjuntura / Reportagem / 20 de maio de 2017
Por 
Ilustração: Rodrigo Auada   A regra é clara: o devedor tem a posse do bem, mas a propriedade é do credor até que a dívida seja paga. Em caso de inadimplência, a garantia é executada e o bem volta para o credor. E todo o trâmite é resolvido em cartório, sem a necessidade de processo...

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie



Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Soros, o mito
Próxima matéria
Avarias




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Soros, o mito
George Soros nasceu em 12 de agosto de 1930 em Budapeste, Hungria, e foi batizado Gyórgy Schwartz. Curiosamente, exatos...