CVM suspende IPO da Azul na véspera da estreia, com base em denúncia de investidor

Seletas / Bolsas e conjuntura / Reportagem / Edição 73 / 7 de abril de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) suspendeu o IPO da Azul no dia 6 de abril, véspera do início da negociação das ações da companhia na bolsa de valores, por veiculação irregular de material relacionado à oferta. O caso chegou à autarquia por meio da denúncia de um investidor.

A veiculação irregular aconteceu no site www.retailroadshow.com. O portal publicou um vídeo com uma apresentação comandada por David Neeleman, fundador da Azul, durante roadshow (período em que a ofertante coleta intenções de preço entre investidores). A gravação, retirada do ar na tarde do dia 6, também era acompanhada de documentos da oferta que davam suporte à apresentação. Como o acesso ao site era livre, a CVM entendeu que se tratava de material publicitário. Sendo assim, a Azul deveria, conforme a Instrução 400, ter pedido aprovação do regulador antes de divulgá-lo, o que não feito.

Ainda de acordo com a CVM, a Azul apresentou, no vídeo, projeções em relação à avaliação de investimentos (“notadamente a projeção de valorização do investimento da companhia em ativos da TAP”) que não constam dos documentos autorizados da oferta. Dessa forma, a Azul feriu mais uma vez a Instrução 400, que prevê que o material publicitário não deve conter inconsistências em relação ao prospecto. Outro problema identificado pela CVM foi a divulgação de dados sobre a demanda e o preço das ações pela imprensa. Essas informações, segundo a Instrução 400, são sigilosas.

A suspensão determinada pela CVM vale por até 30 dias, mas pode ser revogada caso a companhia resolva os problemas verificados. Esta é a quarta tentativa da Azul de listar-se na bolsa. Em 2013, 2014 e 2015 os planos acabaram interrompidos por causa das condições adversas do mercado.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  IPO CVM Captação de Recursos Azul denúncia abertura de capitalc Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Novo cenário para D&O
Próxima matéria
Dores do crescimento




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Novo cenário para D&O
As investigações de corrupção e lavagem de dinheiro desencadeadas pela Operação Lava Jato, assim como a criação,...