Bolsa lança mentoria para interessados no Bovespa Mais

O cenário econômico adverso não tem favorecido aberturas de capital, é verdade. Mas a BM&FBovespa não está parada. Enquanto os IPOs não chegam, a Bolsa busca orientar as companhias sobre os preparativos para uma listagem. Desde o dia 31 de maio está aberto um programa gratuito de mentoria, voltado …

Seletas/Companhias abertas/Reportagem/Edição 33 / 3 de junho de 2016
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

O cenário econômico adverso não tem favorecido aberturas de capital, é verdade. Mas a BM&FBovespa não está parada. Enquanto os IPOs não chegam, a Bolsa busca orientar as companhias sobre os preparativos para uma listagem. Desde o dia 31 de maio está aberto um programa gratuito de mentoria, voltado a empresários interessados no Bovespa Mais. Em 12 encontros, promovidos em parceria com a PwC, eles se aprofundarão em temas como governança corporativa, gestão de riscos, controles internos, relacionamento com o mercado, entre outros tópicos. As aulas começam em agosto de 2016 e terminam em outubro do próximo ano.

Segundo Cristiana Pereira, diretora comercial e de desenvolvimento de empresas da BM&FBovespa, este é o momento certo para as companhias interessadas em uma listagem se tornarem mais eficientes, com a revisão de processos e a adoção de boas práticas de governança. “Nas épocas de crescimento, o tempo para esse tipo de análise é mais curto”, observa.

Embora seja voltado à listagem de médias empresas, o Bovespa Mais tem regras de elevada governança. O segmento oferece, em contrapartida, a possibilidade de acesso gradual ao mercado de capitais. É possível fazer a listagem sem uma oferta inicial de ações por exemplo. Além disso, a companhia tem um prazo de até sete anos para atingir um free float mínimo de 25%.

BovespaMais_S33_Pt2

Hoje, das 14 empresas listadas no Bovespa Mais (veja infográfico), apenas duas fizeram oferta de ações: Senior Solution e Nutriplant. Elas têm, respectivamente, 70,4% e 23,1% de ações em circulação. No caso da Nutriplant, que entrou no segmento em 2008, o prazo de sete anos para o alcance de 25% de free float já expirou, mas a companhia ainda procura se adequar. Caso não consiga, a BM&FBovespa pode cancelar a negociação dos papéis.

 

Empresas listadas no Bovespa Mais

tabela1
* Empresas listadas no Bovespa Mais Nível 2, que permite ações PN

Na visão de Ivan Clark, sócio-líder de capital markets da PwC Brasil, o prazo de sete anos oferecido pelo Bovespa Mais pode ser utilizado para as companhias se adaptarem a questões regulatórias. “Nesse tempo, elas vão estar numa vitrine, mostrando seus resultados para atrair investidores”, destaca. As declarações foram dadas em evento promovido pela Bolsa e pela PwC para o lançamento dos guias “Bovespa Mais – Como abrir o capital da sua empresa de maneira gradual” e “Bovespa Mais – Como utilizar o mercado de capitais para financiar o crescimento da sua empresa”.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Bovespa Mais liquidez free float oferta de ações segmentos especiais Bovespa Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Restrição orçamentária eleva risco regulatório
Próxima matéria
Desconsideração da personalidade jurídica



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Restrição orçamentária eleva risco regulatório
A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) divulgou, no dia 31 de maio, seu relatório anual referente ao exercício...
estudo_aplicado_02-07

Promoção de aniversário

ASSINE O PLANO COMPLETO POR R$4,99 NOS TRÊS PRIMEIROS MESES!

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}