Senadora ovacionada

A internet foi à loucura nesta semana por causa de ­Elizabeth Warren, uma representante democrata do estado de Massachussets no senado americano. A atitude dura da senadora durante uma sessão realizada nessa terça-feira foi considerada exemplar. Ela colocou John Stumpf, CEO do banco Wells Fargo, …

Seletas/N@ Web/Edição 49 / 22 de setembro de 2016
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

A internet foi à loucura nesta semana por causa de ­Elizabeth Warren, uma representante democrata do estado de Massachussets no senado americano. A atitude dura da senadora durante uma sessão realizada nessa terça-feira foi considerada exemplar. Ela colocou John Stumpf, CEO do banco Wells Fargo, contra a parede. No começo do mês, o banco fechou um acordo no qual concordou em pagar uma multa de US$ 180 milhões ao governo e indenizar seus clientes em US$ 5 milhões por ter fornecido serviços financeiros sem autorização. “Você tem dito, desde que o escândalo estourou, que é responsável. E o que fez para mostrar que é responsável? Você renunciou ao seu cargo de CEO e presidente do conselho? Você devolveu um níquel dos milhões de dólares que recebeu enquanto esse esquema acontecia?”, perguntou Elizabeth, deixando Stumpf completamente atordoado. Ela afirmou ainda que ele deveria renunciar e ser criminalmente investigado. Em seu Twitter, Eric Schiffer, CEO da firma de private equity Patriarch, disse que “ninguém quer ouvir o moralismo escorregadio de um CEO que se fez de cego diante de uma fraude agressiva”. Ao Wells Fargo, restou apenas a tentativa de passar uma boa imagem. “Estamos comprometidos em reconstruir a confiança dos nossos clientes e do público”, disse o banco em seu perfil no Twitter.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  n@ web Elizabeth Warren democratas Massachussets Wells Fargo Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Rússia muda critérios para aprovação de transações com partes relacionadas
Próxima matéria
“Revolução silenciosa”



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Rússia muda critérios para aprovação de transações com partes relacionadas
A Rússia promoveu neste ano uma revisão de sua lei societária, e as emendas devem entrar em vigor no começo de 2017....
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}