Nas redes, críticas a “abuso de poder” de Zuckerberg no Facebook

Reclamação envolve também a executiva Sheryl Sandberg, que ao lado do CEO é alvo de acusação de insider tranding

Companhias abertas/N@ Web / 3 de maio de 2019
Por 


Nas redes, críticas a “abuso de poder” de Zuckerberg no Facebook

Ilustração: Rodrigo Auada

Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, deu uma grandiloquente palestra sobre privacidade no último dia 30, no evento F8, voltado para desenvolvedores da companhia. “O futuro é privativo”, pontificou. O foco da empresa passa a estar menos nas postagens públicas e mais nas publicações privativas. Um dia depois, um processo de acionistas foi protocolado na corte da Delaweare, acusando o CEO e executivos como Sheryl Sandberg, Peter Thiel e outros conselheiros de insider trading. A acusação diz que eles teriam se beneficiado financeiramente de recentes escândalos de privacidade que abalaram o valor da empresa. Na internet, algumas pessoas começam a questionar se Sandberg e Zuckerberg não estariam abusando do poder que têm dentro da companhia. “Zuckerberg e Sandberg são tóxicos. Eles precisam sair e o Congresso precisa regular o Facebook”, comentou uma usuária.


Leia também

Como fica o compliance com a LGPD 

GDPR, versão brasileira

Facebook e GDPR inflamam debate sobre privacidade de dados




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Facebook privacidade de dados Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Investidores se mantêm otimistas com retorno do private equity
Próxima matéria
Há saídas para a lenta recuperação do PIB?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Investidores se mantêm otimistas com retorno do private equity
Apesar do temor de que os ativos estejam sobreavaliados — sujeitos, portanto, a uma correção —, os investidores...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}