IPO do Snapchat gera comentários sobre formação de bolha

Seletas / N@ Web / Edição 65 / 10 de fevereiro de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Fundada em 2011, a rede social Snapchat se prepara para fazer uma oferta pública inicial de ações (IPO) avaliada em US$ 25 bilhões. O assunto causa burburinho na internet, e a oferta é considerada “o que de mais quente acontece na área de tecnologia desde o Facebook”. Mas nem todo mundo está convencido de que a empresa vale tudo isso — afinal, o próprio Snapchat confessa ter um problema. No prospecto, a empresa afirma que teve “prejuízo no passado”, espera “ter prejuízo no futuro” e que é possível que “nunca alcance ou mantenha lucratividade”. Outra questão é o lançamento de ações sem direito a voto, decisão bastante malvista nos Estados Unidos. “Se esse IPO sair por US$ 25 bilhões sem que haja chances de a companhia ter lucro e ainda com a emissão de ações sem direito a voto, então realmente entramos em um ‘território de bolha’”, escreveu o gestor de investimentos Mike Deverell em seu Twitter. Leo Sun, especialista em tecnologia do site Motley Fool fez coro, e foi ainda mais dramático: “Isso vai muito além de bolha”.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  abertura de capital IPO Captação de Recursos oferta de ações n@ web snapchat Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Para poucos
Próxima matéria
Propaganda ativista




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Para poucos
Projetos de infraestrutura têm recebido mais atenção do que nunca de fundos de investimento globais, mas os recursos...