Efeito Sanders

Seletas / N@ Web / Edição 55 / 4 de novembro de 2016
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

As ações da fabricante de medicamentos americana Eli Lilly caíram quase 3% em poucos minutos na última terça-feira. O responsável? Bernie Sanders. Em sua conta pessoal no Twitter, o senador, que disputou com Hillary Clinton a vaga de candidato democrata para a corrida presidencial dos Estados Unidos, chamou a atenção para o fato de que o preço da insulina Humalog, fabricada pela Eli Lilly, subiu 700% em 20 anos, e culpou a “ganância da indústria farmacêutica” pela alta. Poucos minutos depois, as ações do laboratório começaram a se desvalorizar: caíram de
US$ 74 para US$ 72. Na quinta-feira, estavam cotadas a US$ 73,12. A tuitada de Sanders foi republicada por cerca de 2 mil pessoas. Até o fechamento desta edição, poucos haviam se aventurado a especular por que a frase do político teve tanto impacto sobre as ações da farmacêutica.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  n@a web efeito Sanders Eli Lilly Bernie Sanders Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Quem confia nos robôs?
Próxima matéria
Fundo da BlackRock é o mais “sujo” do Reino Unido




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Quem confia nos robôs?
A consultoria de investimentos Empiricus aposta, já há algum tempo, na técnica de marketing conhecida como long copy:...