Demora da XP em relatar roubo de dados é criticada nas redes sociais

Nesta semana, a corretora XP Investimentos ficou no centro de um escândalo: tornou-se público o fato de que, no fim do ano passado, hackers enviaram e-mails para clientes da empresa informando sobre a posse de seus respectivos dados pessoais. Com isso, os criminosos esperavam aumentar seu poder de …

Seletas / N@ Web / Edição 63 / 27 de janeiro de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

Nesta semana, a corretora XP Investimentos ficou no centro de um escândalo: tornou-se público o fato de que, no fim do ano passado, hackers enviaram e-mails para clientes da empresa informando sobre a posse de seus respectivos dados pessoais. Com isso, os criminosos esperavam aumentar seu poder de barganha — eles queriam que a XP pagasse R$ 22,5 milhões em bitcoins pelas informações. Diante do ocorrido, a corretora não teve saída: divulgou um comunicado dizendo que investiga o roubo de dados de 29 mil usuários. Detalhe: os crimes são do período de 2013 a 2014.

O episódio, claro, pegou muito mal. Em redes sociais como Twitter e Facebook, vários clientes da XP demonstraram receio em relação à segurança de seus investimentos. “Na semana passada, negaram veementemente qualquer problema”, reclamou um usuário do Twitter, fazendo coro à crítica de que a XP demorou a revelar o roubo de dados. Nas redes sociais, a corretora vem respondendo a dúvidas e comentários de clientes e garante que os investimentos estão seguros.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  investimento XP Investimentos vazamento de informações hackers bitcoins n@ web Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
A maior ameaça da proposta da CVM para o crowdfunding de investimento
Próxima matéria
Minoritários da Prumo convocam assembleia e chamam atenção para impedimento de voto



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
A maior ameaça da proposta da CVM para o crowdfunding de investimento
Plataformas on-line de investimento em startups captaram em 2015 o equivalente a aproximadamente R$ 4 bilhões apenas...