CEO do Uber quer uma “mãozinha”

A vida do CEO do Uber, Travis Kalanick, não está nada fácil: sua empresa, apesar de valiosa, dá prejuízo; ex-funcionárias acusam a companhia de ser condescendente com assédio sexual; e, para completar, um vídeo em que Kalanick xinga um motorista de Uber circula pela web, contribuindo para reforçar …

Seletas / N@ Web / Edição 69 / 10 de março de 2017
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

A vida do CEO do Uber, Travis Kalanick, não está nada fácil: sua empresa, apesar de valiosa, dá prejuízo; ex-funcionárias acusam a companhia de ser condescendente com assédio sexual; e, para completar, um vídeo em que Kalanick xinga um motorista de Uber circula pela web, contribuindo para reforçar sua fama de arrogante. Foi nesse contexto que, no último dia 7, ele usou a conta oficial da Uber no Twitter para fazer um anúncio de emprego. “Estamos procurando um chefe de operações, alguém que possa formar uma parceria comigo e escrever o próximo capítulo de nossa jornada.”

No mesmo Twitter, Sheryl Sandberg, executiva do Facebook, é citada pelos usuários como alguém competente que poderia ocupar o cargo. Além de ser considerada um dos motores do sucesso da rede social de Mark Zuckerberg, ela é mulher, e com isso poderia apaziguar a fama de machista que a empresa ganhou nos últimos tempos. Há quem defenda, contudo, que Kalanick deixe o Uber e leve seus bilhões para casa. O site de tecnologia Inc. listou cinco profissionais que poderiam substituí-lo — entre eles Indra Nooy, da Pepsico, e Steve Ballmer, ex-Microsoft.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Twitter Uber n@ web Travis Kalanick Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Conselhos para mudar
Próxima matéria
Bancos apelam para interessados aderirem logo a programa de regularização de ativos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Conselhos para mudar
Desde que assumiu a diretoria de mercado de capitais do BNDES, no começo de junho, até meados de novembro, Eliane Lustosa...