Uber recebe investimento do indiano Tata

O Uber pode ser impopular entre os taxistas, mas vem fazendo fama entre investidores. Em agosto, a empresa de compartilhamento de veículos recebeu um investimento do Tata Opportunities Fund, empresa indiana de private equity pertencente ao conglomerado indiano Tata. O aporte visa ajudar o Uber a …

Internacional/Edição 145 / 1 de setembro de 2015
Por 


2

Ilustração: Marco Mancini/Grau180.com

O Uber pode ser impopular entre os taxistas, mas vem fazendo fama entre investidores. Em agosto, a empresa de compartilhamento de veículos recebeu um investimento do Tata Opportunities Fund, empresa indiana de private equity pertencente ao conglomerado indiano Tata. O aporte visa ajudar o Uber a expandir os negócios na Índia. De acordo com fonte ouvida pelo jornal The New York Times, o valor investido seria de US$ 100 milhões.

A empresa de compartilhamento havia anunciado que planejava investir US$ 1 bilhão até o início do próximo ano no mercado indiano. A plataforma presta serviços em 18 cidades do país, seu maior mercado individual fora dos Estados Unidos. “Neste momento, estamos particularmente focados na construção de um grande serviço para as centenas de milhões de indianos”, disse Travis Kalanick, presidente-executivo do Uber, em comunicado sobre a parceria com o fundo. Uma rodada recente de investimentos no Uber avaliou a companhia em cerca de US$ 50 bilhões.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
BNY paga US$ 148 milhões para encerrar acusação
Próxima matéria
Clientes de fundos querem mais informações sobre riscos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
BNY paga US$ 148 milhões para encerrar acusação
O BNY vai pagar US$ 148 milhões para encerrar acusações de que teria oferecido estágio a três membros das famílias...