Na Líbia, fundo soberano está no centro de luta por poder

Há pouco mais de quatro anos morreu Muammar Gadaffi, ditador da Líbia. Desde então, o país norte-africano está afundado em uma guerra civil que opõe governo eleito e grupos islâmicos radicais, detentores de boa parte do território. O que pode ser decisivo para o conflito, contudo, é o controle do …

Seletas/Bolsas e conjuntura/Edição 17/Internacional / 17 de fevereiro de 2016
Por 


Ilustração: Grau 180.com.

Ilustração: Grau 180.com.

Há pouco mais de quatro anos morreu Muammar Gadaffi, ditador da Líbia. Desde então, o país norte-africano está afundado em uma guerra civil que opõe governo eleito e grupos islâmicos radicais, detentores de boa parte do território. O que pode ser decisivo para o conflito, contudo, é o controle do fundo soberano líbio, que tem ativos avaliados em cerca de US$ 67 bilhões, reporta a revista Institutional Investor. O dinheiro é essencial para manter as milícias que garantirão o poder para um dos lados por meio da força.

Dois homens alegam ter direito ao controle do fundo: Hassan Bouhadi, apoiado pelo primeiro-ministro eleito, e Abdulmagid Breish, que foi destituído pelo chefe de Estado, mas ainda tem o apoio do Congresso Geral Nacional (CGN). Apesar de não ser reconhecido por autoridades internacionais, o CGN governa boa parte da metade ocidental da Líbia, inclusive a capital, Trípoli. Uma alta corte, sediada na Inglaterra, analisa o caso.

Metade dos ativos do fundo tem alta liquidez, mas pelo menos 80% do patrimônio está congelado por causa de sanções internacionais. A outra metade é formada por diversas participações em empresas, como hotéis no Egito e joint ventures em outros países africanos.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  fundo soberano Líbia Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Atividade de administrador torna-se profissão de risco
Próxima matéria
Renda para todos



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Atividade de administrador torna-se profissão de risco
É indissociável da função de administrador a gestão de risco, entendida aqui como a análise da possibilidade de ocorrência...
estudo_aplicado_02-07

Promoção de aniversário

ASSINE O PLANO COMPLETO POR R$4,99 NOS TRÊS PRIMEIROS MESES!

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}