Governo canadense propõe mudanças na lei de companhias abertas

O governo do Canadá apresentou ao Congresso, no fim de setembro, a Bill C-25, que propõe mudanças no Canada Business Corporations Act (CBCA), lei societária responsável por regular as companhias abertas. A ideia é tornar algumas das boas práticas de governança corporativa obrigatórias no país. …

Seletas/Internacional/Edição 53 / 21 de outubro de 2016
Por 


Ilustração: Rodrigo Auada

Ilustração: Rodrigo Auada

O governo do Canadá apresentou ao Congresso, no fim de setembro, a Bill C-25, que propõe mudanças no Canada Business Corporations Act (CBCA), lei societária responsável por regular as companhias abertas. A ideia é tornar algumas das boas práticas de governança corporativa obrigatórias no país.

Entre as propostas está o fim da eleição por chapas para o conselho: acionistas devem votar individualmente a favor ou contra cada um dos candidatos. Aqueles que não receberem maioria de votos favoráveis devem ser proibidos de assumir seus cargos. A medida está em sintonia com regra estabelecida pela bolsa de Toronto em 2014. Naquele ano, a Toronto Stock Exchange fez alteração no seu manual de companhias exigindo que conselheiros de empresas listadas em seu pregão sejam eleitos apenas se receberem, pelo menos, 51% de votos favoráveis. A regra é válida apenas para companhias sem controlador.

Também é intenção do governo canadense estabelecer eleição anual de todos os conselheiros, o que põe fim aos staggered boards (também conhecidos como classified boards) — sistema em que os mandatos dos conselheiros começam e terminam em anos diferentes, impedindo que a composição do conselho seja completamente modificada em uma única eleição. Outra mudança sugerida é a exigência de que, a cada assembleia, as empresas divulguem informações sobre o que fazem para garantir a diversidade entre seus conselheiros e administradores.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Governança companhias abertas Canadá lei societária CBCA Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Lava Jato desafia companhias a construir uma cultura ética autêntica
Próxima matéria
Complexa, fusão de BM&FBovespa e Cetip pode resultar em venda de ativos, diz analista



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Lava Jato desafia companhias a construir uma cultura ética autêntica
No âmbito da filosofia, ética e integridade são conceitos que quase sempre estão relacionados. Já no mundo corporativo,...