Fundos imobiliários entram na mira de investidores ativistas nos EUA

As companhias abertas já não são as únicas bombardeadas pelos investidores ativistas americanos. Os real estate investment trust (Reit), similares aos nossos fundos imobiliários, também estão na mira. No ano passado, 26 campanhas ativistas foram promovidas contra esses veículos, ante seis em 2011, …

Seletas/Internacional/Edição 34 / 10 de junho de 2016
Por 


Internacional_S34_Pt

Ilustração: Rodrigo Auada

As companhias abertas já não são as únicas bombardeadas pelos investidores ativistas americanos. Os real estate investment trust (Reit), similares aos nossos fundos imobiliários, também estão na mira. No ano passado, 26 campanhas ativistas foram promovidas contra esses veículos, ante seis em 2011, conforme reporta o jornal The New York Times.

O ativismo na seara dos fundos imobiliários cresceu após os investidores perceberem que, não raro, as cotas são negociadas em bolsa a preços significativamente menores do que a soma dos valores dos imóveis da carteira. Diante disso, eles pressionam por mudanças na gestão e, em alguns casos, pela separação de parte dos ativos em outro fundo. Companhias abertas com muitos imóveis, como cadeias de restaurantes e cassinos, também estão no alvo desses investidores. Para impulsionar seus retornos, eles lançam campanhas para que essas empresas separem seus ativos imobiliários e os vendam para um Reit.

Entre as companhias que apostam na estratégia ativista estão a gestora Rambleside, fundada em 2012, e o hedge fund Land & Buildings, criado em 2008 por Jonathan Litt, um ex-analista de investimentos imobiliários do Citigroup. Litt, aliás, é considerado um desbravador do mercado, sendo apontado pela revista Forbes como o Carl Icahn dos Reit. Ele esteve por trás, por exemplo, da venda da Associated Estates Realty para a gestora Brookfield, no começo de 2015, o que gerou um retorno equivalente a 60% em um ano.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Internacional fundo imobiliário companhias abertas Ativismo Reit Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
“Risco de ser roubado”
Próxima matéria
Adesão a regime de regularização de ativos no exterior começa esta semana



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
“Risco de ser roubado”
O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro extinguiu, em maio, um processo de acionistas minoritários que acusavam Eike...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}