Companhias da Bolsa de Hong Kong disparam

Internacional / 6 de maio de 2015
Por 


O China Construction Bank ultrapassou, em 13 de abril, o J.P. Morgan, o Facebook e a Chevron em valor de mercado, num sinal de recuperação do mercado acionário em Hong Kong. A informação foi noticiada no mesmo mês pelo Financial Times. Na data, a capitalização total das companhias listadas na bolsa local (HKEx) bateu novo recorde: atingiu 30,6 trilhões de dólares de Hong Kong, passando a marca dos 30 trilhões pela primeira vez. O valor torna a HKEx a maior operadora de bolsas de valores do mundo.

A boa fase é resultado do receio com as valorizações cada vez mais altas registradas nas bolsas de Xangai e Shenzhen, que têm levado investidores a buscarem ações com preços mais módicos em Hong Kong. Além disso, a iniciativa das autoridades chinesas de dar aos fundos mútuos acesso ao mercado de Hong Kong, via Stock Connect — programa piloto que liga a bolsa de ações local à de Xangai —, impulsionou os volumes transacionados na HKEx. Como resultado, uma série de empresas chinesas listadas em Hong Kong passou a eclipsar rivais globais. Segundo maior banco da China em ativos, o CCB registrou, em março, valor de mercado de US$ 248 bilhões. Atualmente, é a 15a maior empresa do índice FTSE All World.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Sem traça (Klabin)
Próxima matéria
Lucros no exterior



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Sem traça (Klabin)
Maior produtora de papel para embalagens do País, a Klabin enfrentou ventos contrários nos últimos meses: alta de custos,...