Autor da SOX é recordista de vôos em jatos corporativos

Governança / Edição 22 / 1 de junho de 2005
Por 


O congressista republicano Michael Oxley é reconhecido internacionalmente como um dos principais promotores das boas práticas de governança corporativa nos EUA, a ponto de ter sido um dos autores da Sarbanes-Oxley. Recentemente, entretanto, o político ficou conhecido por outro motivo: é o recordista na utilização de jatos de grandes empresas entre todos os 535 membros do congresso norte-americano. A notícia foi divulgada pela agência Bloomberg, com base em um estudo do website de financiamento de campanhas políticas PoliticalMoneyLine. Segundo o estudo, Oxley viajou 41 vezes em aeronaves emprestadas por corporações durante os últimos dois anos.

Ele e outros congressistas aproveitam uma brecha na lei americana de financiamento de campanhas que permite aos deputados viajarem para eventos políticos em aeronaves corporativas, desde que paguem a essas empresas o valor equivalente a uma passagem aérea de primeira classe. Como os custos operacionais dos vôos são bem superiores aos de uma passagem de primeira classe, a atividade não é economicamente viável para as empresas que emprestam seus aviões, de forma que, apesar da prática ser legal, ela constitui um conflito de interesses.

A FedEx é a segunda empresa em fornecimento de aviões para os congressistas. Segundo a porta-voz da companhia, Kristin Krause, geralmente um lobista é designado para viajar com um político. Entre as corporações que emprestaram seus jatos a Oxley, está a empresa de operações bancárias offshore Stanford Financial. Como observação, Oxley participa atualmente de um comitê para supervisionar atividades bancárias offshore.

Questionado sobre as viagens, seu porta-voz afirmou que o transporte privado muitas vezes é a única forma do congressista chegar aos seus compromissos em diversas localidades, e que o mesmo relata todas as viagens realizadas e reembolsa as empresas de acordo com as exigências legais.


Quer continuar lendo?

Você já leu {{limit_offline}} conteúdo(s). Gostaria de ler mais {{limit_online}} gratuitamente?
Faça um cadastro!

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Economicamente irresponsável
Próxima matéria
Desigualdade de direitos de voto também na Europa




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Economicamente irresponsável
A última edição da Capital Aberto, em excelente reportagem de capa – “Entre o lucro e a sociedade” – discutiu...