Tempos incertos

Editorial | Semana de 15 a 19 de outubro

Editorial / 11 de outubro de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Em vigor desde janeiro deste ano, a MiFID II — sigla, em inglês, para a segunda diretiva da União Europeia para instrumentos financeiros — tem provocado mudanças profundas nas áreas de análise dos bancos de investimento e de corretoras (sell side). A regra acaba com uma prática que era praxe no setor: a distribuição “gratuita” dos relatórios de research — esse valor, na verdade, estava embutido na taxa de corretagem paga pelas gestoras. Com a mudança, os bancos de investimento estão tendo que rebolar para vender suas análises — e isso em meio a um cenário em que o sell side já vinha perdendo prestígio. Para saber mais sobre os efeitos da MiFID II, não deixe de conferir a reportagem de Letícia Paiva.

Outro destaque é a seção Alta&Baixa, que trata, nesta edição, da desvalorização das ações da Tecnisa. De acordo com dados da Economatica, as ações da incorporadora desvalorizaram-se 53,62% nos 12 meses encerrados em 8 de outubro. As razões para a baixa são exploradas na reportagem de Rodrigo Petry, que mostra como a crise econômica transformou a Tecnisa numa “gestora de estoques”. A última vez que a empresa fez um lançamento foi em 2016.

Nesta edição também apresentamos a crônica de Carlos Augusto Junqueira de Siqueira. Como observa o autor, os brasileiros comparecerão às urnas daqui a algumas semanas em eleição apontada como imprevisível. Mas, conforme os hábitos nacionais, mais frequentes são as surpresas que vêm depois — e não faltam exemplos disso, como revela o texto “Desafios à lógica”.

Em tempos tão incertos, o colunista Evandro Buccini dedica a sua coluna a abordar as lições de quem, de dentro do setor público, pensa sobre o Brasil. O foco são as reflexões de Pedro Parente, Mansueto Almeida e Luís Roberto Barroso. Segundo o economista da Rio Bravo, elas ajudam a pensar nas mudanças que o Brasil precisa fazer para se tornar um país sem problemas fiscais, em que haja espaço para as discussões de projetos que garantam crescimento mais rápido e sustentado.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Tecnisa Pedro Parente eleições 2018 MiFID II Mansueto Almeida Luís Roberto Barroso setor público Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Governança para inglês ver
Próxima matéria
Corporate Venture Capital



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Governança para inglês ver
No começo deste mês, a Qualicorp protagonizou uma tentativa embaraçosa de driblar as melhores práticas de governança...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}