Romper barreiras

Editorial | Semana de 22 a 26 de julho

Editorial / 19 de julho de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Não é sempre que se vê na bolsa uma ação com valorização acumulada de cerca de 380% em apenas um ano. Pois foi beneficiado por bons resultados operacionais e pelo potencial de expansão das instituições financeiras totalmente digitais que o Banco Inter alcançou essa proeza. Permanecem acelerados seu ritmo de captação de clientes — o estoque já era de 2,5 milhões no início deste segundo semestre — e sua velocidade rumo ao topo do ranking dos maiores bancos do País. Mas isso não significa que não existam obstáculos à frente, como mostra a reportagem de Paula Lepinski para a seção Alta&baixa.

Barreiras a transpor, aliás, também não faltam na cambaleante trajetória das contas públicas brasileiras. Como especialistas repetem há meses, sozinha a recém-aprovada reforma da previdência não resolve todos os problemas. Em sua coluna, Evandro Buccini ressalta a importância de o País seguir as boas lições do exterior para, em vez de arriscar uma fragilizada atividade econômica com ajustes via aumento de impostos, seguir adiante com acertos de contas fundamentados em cortes de despesas. Vale a leitura, principalmente neste momento em que já se começa a ventilar propostas diversas para a reestruturação do sistema tributário nacional.

Dois temas caros ao mercado de capitais são abordados no espaço para articulistas. Julio Dubeux apresenta uma análise a respeito de pontos que, na sua opinião, merecem atenção na recente Instrução 607 da CVM. A norma regulamentou o aumento do poder de fogo da autarquia para punir irregularidades estabelecido na Lei 13.506/17. Já Adriano Carneiro e Luisa Bastos Lyra observam como a criação de jurisprudência no Brasil ajuda a delinear os parâmetros da contratação e do uso dos chamados seguros D&O, de responsabilidade civil para administradores.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Seguros D&O Banco Inter. Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Banco do Brasil e União vendem suas participações no IRB
Próxima matéria
Os continuums da governança



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Banco do Brasil e União vendem suas participações no IRB
O Instituto de Resseguros do Brasil (IRB) levantou 7,39 bilhões de reais em oferta subsequente de ações (follow-on),...
estudo_aplicado_02-07

Promoção de aniversário

ASSINE O PLANO COMPLETO POR R$4,99 NOS TRÊS PRIMEIROS MESES!

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}