Rebuliços

Editorial | semana de 06/11 a 10/11

Editorial / 14 de novembro de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


A espalhafatosa Empiricus não está no radar apenas da CVM. Em decisão tomada em meados de outubro (mas divulgada apenas no fim do mês), a Apimec, associação responsável pela autorregulação dos analistas de investimentos, suspendeu três profissionais da empresa pela divulgação de e-mails de marketing que induzem potenciais investidores a erro. Em nenhuma dessas mensagens é possível identificar a que valor mobiliário as promessas se referem, tampouco qual é a operação recomendada pelos analistas da Empiricus. Ainda assim, a Apimec entendeu que as mensagens estão associadas aos relatórios de análise que seriam vendidos e que “possuem clara indicação de garantia de retorno de investimentos”. Contrariada, a empresa afirma que vai recorrer da decisão. Reportagem de Yuki Yokoi apresenta os detalhes desse caso, incluindo a curiosa transformação da Empiricus de consultoria de investimento em empresa de comunicação.

Também tem causado rebuliço a Medida Provisória 806. O texto, publicado no dia 30 de outubro, muda a tributação dos FIPs patrimoniais e dos fundos fechados (multimercados e de renda fixa) voltados para investidores com pelo menos 10 milhões de reais aplicados. No mercado, a MP ganhou o apelido de “pacote de maldades”, mas a medida tem um efeito positivo para a indústria de private equity, como observa Guilherme Cooke, sócio do Velloza Advogados.

A coluna de Ana Siqueira é mais um destaque desta semana. Ela lembra os equívocos do boom de IPOs de 2007 e ressalta a importância de o mercado conter a euforia nesse momento de retomada das ofertas públicas. Vale conferir, ainda, o artigo de Luciana Dias. Sócia de L Dias Advogados e ex-diretora da CVM, ela explora os temas que devem influenciar a agenda da CVM no que diz respeito à regulação de fundos de investimento. Já o legado esdrúxulo deixado pelo positivismo é o tema da coluna Análise, escrita por Ney Carvalho.  

 

 

 

 

 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Assembleia de credores da Oi é adiada pela quarta vez




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Assembleia de credores da Oi é adiada pela quarta vez
No dia 8, a 7ª Vara Empresarial da Comarca do Rio de Janeiro determinou, pela quarta vez, o adiamento de uma assembleia...