Pensando o Brasil

Editorial | Semana de 11 a 15 de fevereiro

Editorial / 8 de fevereiro de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


O Brasil dos costumes — da eleição de vila, do fiado — ainda se sobrepõe ao Brasil dos escritos, dos clássicos. Diante disso, de nada adianta transportar sem ressalvas e ajustes os conceitos de liberalismo econômico à realidade nacional. Essas são algumas das reflexões do historiador Jorge Caldeira, notório intérprete contemporâneo da economia brasileira, que conversou com o repórter William Salasar para a seção Papo Aberto. Um respiro, um pé atrás de observador, mais que necessário nesses tempos de tragédias e reformas difíceis.

Desastres ambientais, por sinal, estão — ou pelo menos deveriam estar — no topo das preocupações do mundo corporativo. As cada vez mais intensas implicações das mudanças climáticas não deixam de alcançar as empresas, inclusive financeiramente. Não é de se admirar, portanto, que analistas e investidores busquem informações claras e transparentes sobre como as companhias tratam a questão, tema central de um Grupo de Discussão promovido recentemente pela CAPITAL ABERTO. Os principais trechos do debate estão nesta edição.

Na seção de artigos, a advogada Rosangela Gazdovich apresenta as principais boas notícias trazidas pela Lei dos Distratos. Com diretrizes agora estabelecidas para devolução de imóveis, prazos e percentuais de ressarcimento, melhora a segurança jurídica do mercado imobiliário nacional. O colunista Eliseu Martins reflete sobre as profecias, muitas vezes furadas, de desaparecimento de profissões tradicionais. Em sua visão, o cenário está mais para valorização de mentes brilhantes — os robôs que fiquem com as tarefas braçais.

Outro historiador presente nesta edição, Ney Carvalho evidencia, na seção Análise, uma realidade inquietante: apesar de às vezes parecer, o céu não é o limite para a valorização dos ativos. Ele trata da expectativa em torno da chegada do Ibovespa ao número mágico de 100 mil pontos.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Jorge Caldeira critica liberalismo autoproclamado
Próxima matéria
Vale foi notificada de problemas com sensores de barragem em Brumadinho



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Jorge Caldeira critica liberalismo autoproclamado
O que importa é ter uma boa teoria. Se os fatos não se enquadram, o problema é dos fatos, não da teoria. Esse pensamento...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}