“Nunca antes…”

Editorial | 15 a 18 de abril

Editorial / 12 de abril de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Por ironia, o bordão do ex-presidente Lula “nunca antes na história deste País” dá a exata medida do que representou para o Brasil a Operação Lava Jato, que neste último mês de março completou cinco anos. De fato, os trabalhos de Polícia Federal, Ministério Público e Justiça no combate a ilícitos foram capazes das proezas de desmantelar empresas gigantes e de levar à prisão dois ex-comandantes da nação — o próprio Lula, condenado em segunda instância e detido há um ano, e Michel Temer, preso preventivamente por quatro dias. Não se pode negar o avanço que a operação significou em termos de “limpeza” da promíscua relação entre empresas e entes públicos, mas sobram desafios a enfrentar. É sobre eles que debatem profissionais do mercado de capitais convidados pela CAPITAL ABERTO para a seção Antessala. A mediação da conversa é do repórter Rodrigo Petry.

Nunca antes também as áreas tributárias das empresas haviam se beneficiado tão concretamente do trabalho dos robôs. Pois a revolução da tecnologia da informação chega agora à relação entre contribuintes corporativos e o fisco — os robôs já se encarregam do trabalho braçal, deixando profissionais com tempo livre para análises. Reflexões sobre o tema estão em conteúdo de um Grupo de Discussão recente que publicamos nesta edição. Igualmente de um GD vêm as avaliações sobre a possibilidade de os FIPs, categoria de fundos castigada por escândalos, terem uma nova chance.

Na área de artigos, publicamos o penúltimo artigo da série de Luciana Dias e Rafael Andrade sobre o plano bienal da CVM de supervisão baseada em risco. Eles se debruçam sobre suitability, cadastros e usos de robôs — os robôs, de novo aparecendo com destaque no mercado brasileiro.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
FIPs estão prontos para uma nova chance?  
Próxima matéria
Ações da Petrobras despencam após intervenção de Bolsonaro



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
FIPs estão prontos para uma nova chance?  
Ruído foi o que não faltou à indústria de fundos de investimento em participações (FIPs) nos últimos anos. A estrutura...