Notícia boa

O comunicado feito pela Vale nesta semana deixou bem claro: não são só os eleitores que querem se livrar dos políticos tradicionais; os acionistas de grandes companhias também acham que se trata de uma ótima ideia. Ao anunciar um roteiro para reduzir a presença dos seus controladores nos próximos …

Seletas/Editorial/Edição 67 / 24 de fevereiro de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


O comunicado feito pela Vale nesta semana deixou bem claro: não são só os eleitores que querem se livrar dos políticos tradicionais; os acionistas de grandes companhias também acham que se trata de uma ótima ideia. Ao anunciar um roteiro para reduzir a presença dos seus controladores nos próximos três anos e, com isso, minimizar a influência de Brasília sobre a companhia, a mineradora arrancou um sorriso largo dos investidores e viu disparar o preço de suas ações. Protegê-la dos interesses subterrâneos da politicagem é algo que veio a calhar num momento em que o acordo de acionistas que alinha os donos atuais se aproxima do fim.

Foi igualmente congratulada pelo mercado a forma da transação: tudo bem explicado já na largada, com o passo a passo de cada estágio e o cálculo das participações acionárias que restarão aos atuais acionistas e ao mercado em geral. E além disso a previsão óbvia — porém ignorada com frequência por aí — da abstenção do voto dos controladores na assembleia que decidirá sobre a reorganização proposta por eles mesmos. A indefinida fronteira entre o controle minoritário e o capital disperso, entretanto, explica a pulga atrás da orelha que, apesar do mérito da transação, incomoda alguns investidores. Para eles, a beleza da novidade só poderá ser comprovada com o tempo, como mostra a reportagem de Yuki Yokoi nesta edição.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Vale CAPITAL ABERTO mercado de capitais reorganização societária Acordo de acionistas editorial simone azevedo Valepar Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Congresso ABVCAP 2017
Próxima matéria
Superpreferenciais com o selo da boa governança



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Congresso ABVCAP 2017
O maior evento da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital (ABVCAP) reunirá nos dias 5 e 6 de junho,...