Fora do convencional

Editorial | Semana de 24 a 28 de junho

Editorial / 21 de junho de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Firmemente assentadas numa ideia de racionalidade acima de tudo — traduzida na prática em foco, eficiência, metas, resultados —, as empresas precisam de outros olhares se quiserem mesmo se perenizar. Uma saída pouco conhecida está no recurso à estética, área da Filosofia que dá às situações uma dimensão muito mais relacionada às sensações. É essa a ferramenta defendida por Alexandre Fialho, fundador da consultoria Filosofia Organizacional. Em conversa com o repórter William Salasar para a seção Papo Aberto, ele dá detalhes sobre essa abordagem hetorodoxa do mundo corporativo.

Pouco convencionais também são as fintechs, startups que nos últimos anos têm abalado as antes impassíveis grandes instituições financeiras. Percebendo que as novatas poderiam se transformar numa ameaça a longo prazo, os bancos partiram para as compras. Há quem identifique nesse movimento um quê do efeito Kronos — inspirado na mito grego de um titã que devorava os próprios filhos. Lucas Caminha faz um ensaio para identificar as raízes e consequências dessas incorporações e associações, com destaque para as iniciativas regulatórias relacionadas.

Daniel Izzo reforça, em sua coluna, a necessidade de se ampliar os canais de acesso de pequenos investidores aos investimentos de impacto. Afinal, observa, ainda existe uma série de obstáculos nessa ligação. Um caminho possível é a aplicação por meio de plataformas de equity crowdfunding — que, no entanto, não foram criadas especificamente para investimentos de impacto. No espaço de articulistas, Ariane Guimarães, com a colaboração de Glaucia Lauletta Frascino, trata do iminente julgamento no Supremo Tribunal Federal (STF) do leading case que discute a constitucionalidade do limite de 30% — a chamada “trava de 30%” — na compensação de prejuízos fiscais ou de bases negativas para os cálculos do imposto de renda da pessoa jurídica (IRPJ) e da contribuição social sobre o lucro (CSL). A expectativa é de que a decisão saia em 27 de junho.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Investidores pressionam centenas de companhias por transparência ambiental
Próxima matéria
CVM lança novas regras para sua atuação sancionadora



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Investidores pressionam centenas de companhias por transparência ambiental
Responsável pela gestão de aproximadamente 10 bilhões de dólares, um grupo de 88 empresas, incluindo gestoras como...
estudo_aplicado_02-07

Promoção de aniversário

ASSINE O PLANO COMPLETO POR R$4,99 NOS TRÊS PRIMEIROS MESES!

{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}