Desgovernança de volta?

Editorial | Semana de 26 a 30 de novembro:

Editorial / 23 de novembro de 2018
Por 


As incertezas relacionadas às imprevisíveis eleições de 2018 não interromperam o bom momento da resseguradora IRB Brasil na bolsa — a empresa continuou funcionando como uma espécie de âncora para os investidores. Os papéis acumularam valorização de quase 120% nos 12 meses anteriores ao fim de outubro. Reportagem de Rodrigo Petry mostra como estratégias acertadas da companhia contribuíram para um número tão vistoso.

Mal a equipe de transição do governo Bolsonaro anunciou o nome do economista Roberto Castello Branco para a presidência da Petrobras e especialistas em governança corporativa já começaram a discutir a incômoda possibilidade de a empresa sofrer mais uma vez com interferência político-partidária. Existe o temor até de perda de autonomia do conselho de administração. No texto “A (des) governança está de volta?” estão detalhes desse debate.

Na seção de articulistas desta semana, a sócia-fundadora da EB Capital Luciana Ribeiro apresenta as diretrizes gerais da International Finance Corporation (IFC), instituição vinculada ao Banco Mundial, para avaliação e mensuração de resultados de investimentos de impacto. Parâmetros, segundo ela, fundamentais para a disseminação desse conceito de retorno mais que financeiro.

Essas e outras reportagens estão disponíveis através do aplicativo e site da Capital Aberto!




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Fora da caixa
Próxima matéria
A (des) governança está de volta?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Fora da caixa
Oferta de conta corrente sem tarifa, proximidade com o cliente, agilidade e ousadia. Esses são alguns dos atributos que explicam...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}