Da tragédia ao alento

Editorial | Semana de 11 a 15 de março

Editorial / 8 de março de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Já faz cerca de 40 dias que o rompimento de uma barragem da Vale em Brumadinho reavivou as discussões em torno de riscos operacionais negligenciados e de estruturas capengas de proteção. As responsabilizações ainda estão distantes, mas os primeiros efeitos já aparecem — como o fato de a Vale ter substituído seu CEO. Reportagem de Letícia Paiva detalha as falhas de comunicação e os incentivos equivocados que podem ter concorrido para a tragédia. E especialistas de várias áreas convidados pela CAPITAL ABERTO debatem os reflexos da negligência sobre a percepção dos investidores. A conversa, mediada pela repórter e por Rodrigo Petry, está na seção Antessala.

Já a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) mostra-se em constante preocupação com a proteção do mercado de capitais brasileiro. É o que sugere a edição de mais um plano bienal de supervisão baseada em risco, mecanismo que prioriza a ação fiscalizatória de segmentos que têm maior potencial para causar estragos. O plano é o mote para uma série de artigos escritos pela advogada Luciana Dias, sócia do L. Dias Advogados e ex-diretora da autarquia, e por Rafael Andrade, advogado do mesmo escritório. O primeiro está nesta edição.

O ano começou trágico, é verdade, mas sempre há uma boa notícia para se comentar. Como mostra Paula Fabiani na seção Ensaio, a sanção de uma lei para os fundos patrimoniais filantrópicos deve impulsionar os investimentos de grandes fortunas em projetos benéficos para a sociedade no Brasil. Antes no limbo em decorrência de insegurança jurídica, esses recursos agora podem escoar para melhorar a vida das pessoas. Um alento.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O que vem por aí no novo plano de supervisão baseado em risco da CVM
Próxima matéria
CCR fecha novo acordo de leniência, no valor de 750 milhões de reais



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
O que vem por aí no novo plano de supervisão baseado em risco da CVM
No último dia 12 de fevereiro, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) apresentou o seu Plano Bienal de supervisão...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}