Os parágrafos 8º e 9º do artigo 118 da Lei das S.As. prejudicam a independência do conselheiro?

Bimestral / Governança Corporativa / Antítese / Edição 153 / 1 de janeiro de 2017
Por  e
A atual redação desse artigo, introduzida pela Lei 10.303/2001, colide com princípios fundamentais consagrados na Lei das S.As., notadamente os relacionados à autonomia entre os órgãos da companhia (art. 139) e à independência funcional do conselheiro de administração (art. 154, §1º)....

Este conteúdo é restrito a assinantes! Faça login >

paywall2 paywall

Se já é assinante, faça login:



Participe da Capital Aberto: Assine Experimente Anuncie


Tags:  Governança conselho de administração Lei das S.As. função do conselheiro independência do conselheiro Código Brasileiro de Governança Corporativ

Compartilhe: 


Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Herança fascista
Próxima matéria
A fraude do auditor




Recomendado para você






Leia também
Herança fascista
Não se percebe à primeira vista, mas o corporativismo que devasta a vida brasileira é um sólido legado fascista. O...