A Bolsa de Hong Kong errou ao negar o IPO do Alibaba?

SIM NÃO Além de prejudicar seus sócios, privou o mercado local de recursos importantes Acertou ao preservar o que é mais importante: princípios, fundamentos e regras Por Gilberto Biojone Por Renato Vetere Quer continuar lendo? Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens …



SIM NÃO

Além de prejudicar seus sócios, privou
o mercado local de recursos importantes

Acertou ao preservar o que é mais importante:
princípios, fundamentos e regras
Por Gilberto Biojone Por Renato Vetere

Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Quero me cadastrar!

Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui > 2

teste

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Acessar loja >




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  IPO CAPITAL ABERTO mercado de capitais China Transparência uma ação um voto Alibaba comércio eletrônico alinhamento de interesses Bolsa de Hong Kong princípio incoerência poder político risco econômico firmeza de propósito imediatismo Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Gestores fogem da acomodação e investem em junk bonds
Próxima matéria
Quantidade versus qualidade



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.

Leia também
Gestores fogem da acomodação e investem em junk bonds
JGP Crédito, ASK, Vision, Blackwood e G5 Evercore são exemplos de gestoras brasileiras interessadas no nicho de high...