Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.
CVM passa a integrar Comitê Diretor do FSB, que monitora o sistema financeiro global
“A escolha foi feita pelos demais países integrantes do comitê, em um reconhecimento do papel e atuação da CVM no âmbito do Mercado de Capitais”, diz o presidente da autarquia brasileira
CVM, CVM passa a integrar Comitê Diretor do FSB, que monitora o sistema financeiro global, Capital Aberto

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) passou a integrar o Steering Committee (comitê de direção) do Financial Stability Board (FSB), órgão internacional responsável por monitorar e fazer recomendações sobre o sistema financeiro global. A decisão, inédita, foi tomada na última quarta-feira (29).
O FSB coordena, a nível internacional, o trabalho das autoridades financeiras nacionais e dos organismos internacionais de definição de normas e desenvolve e promove a implementação de políticas regulamentares, de supervisão e outras políticas eficazes do setor financeiro no interesse da estabilidade financeira.
Segundo João Pedro Nascimento, presidente da CVM, com essa oportunidade, a instituição brasileira chega a uma posição histórica no cenário internacional. “Pela primeira vez, conseguimos um assento no Steering Committee FSB. A escolha foi feita pelos demais países integrantes do comitê, em um reconhecimento do papel e atuação da CVM no âmbito do Mercado de Capitais. Agora, a CVM passa a ter os três principais assentos da regulação do Mercado de Capitais internacional: Board IOSCO, Bureau OCDE e Steering Committee FSB”, diz Nascimento.

CVM na IOSCO e OCDE

Recentemente, a autarquia também se fez presente na Organização Internacional de Valores Mobiliários (IOSCO, na sigla em inglês). De 26 a 29 de maio, o presidente da CVM, João Pedro Nascimento, e o superintendente de Relações Internacionais da Autarquia, Eduardo Manhães, estiveram em Atenas, na Grécia, para participar da 49ª Reunião Anual da IOSCO. Neste período, a CVM participou de quatro painéis, em especial, nas Finanças Sustentáveis e na Economia Verde.
Durante os painéis em que participou, Nascimento demonstrou o trabalho desenvolvido pela CVM com foco na democratização do Mercado de Capitais brasileiro e fomentou debates a partir dos tipos de classificação existentes para títulos sustentáveis, frisando o crescimento do mercado de títulos sustentáveis na última década.
O presidente da CVM também adentrou a temática dos Building Blocks e destacou o pioneirismo brasileiro no tema das Finanças Sustentáveis. Fechando a participação da autarquia, o dirigente frisou que tem sido gratificante perceber o reconhecimento internacional do trabalho realizado pela CVM.
“Nós passamos a ter voz ativa nas discussões e, inclusive, temos sido convidados para compartilhar conhecimentos e experiências nos programas de capacitação das outras jurisdições”, comentou Nascimento.

Os acontecimentos ocorrem em continuação ao reconhecimento internacional da autarquia nos últimos anos. Em outubro de 2022, a CVM foi eleita para compor o extended Bureau do Comitê de Governança Corporativa na Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), primeira vez que um brasileiro, no caso, o Presidente da CVM, foi escolhido para ocupar esse cargo.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.