Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Mercado mantém Selic em 10,5% para 2024, mas volta a subir projeção para inflação e dólar
No Boletim Focus, a mediana para os juros foi mantida em 10,50% este ano, enquanto a inflação passou de 3,96% para 3,98%.
Mercado, Mercado mantém Selic em 10,5% para 2024, mas volta a subir projeção para inflação e dólar, Capital Aberto

A preocupação dos economistas com as contas públicas vem aumentando semana após semana, tanto que as projeções para a inflação voltaram a subir no Boletim Focus, assim como a do dólar, que vem sofrendo por uma forte pressão altistas nos últimos dias, ultrapassando, inclusive, a marca de R$ 5,40.

A dúvida sobre se o governo de fato vai cortar os gastos públicos tem pesado nos negócios localmente. Na semana passada, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reiterou na decisão que manteve a Selic 10,50% a deterioração fiscal brasileira. Agora, a expectativa do mercado é pela ata da decisão que será divulgada nesta terça-feira (25), já que o tom do comunicado deve balizar os negócios nos próximos dias.  

Apesar da preocupação interna, os analistas também estão de olho no exterior, no aguardo da inflação americana, medida pela PCE, que será divulgada na sexta-feira (28), e que pode ser mais um alento para o Federal Reserve (Fed) cortar a taxa de juros ainda este ano.

O que diz o mercado

No Boletim Focus, a mediana da Selic foi mantida em 10,50% para este ano, enquanto a projeção para 2025 também foi mantida em 9,50%. A inflação, por sua vez, medida pelo Índice Nacional de Preços do Consumidor Amplo (IPCA) passou de 3,96% para 3,98% em 2024. Para o próximo ano, a projeção saiu de 3,80% para 3,85%.

Leia também: Pessimismo cresce no mercado e Boletim Focus aponta inflação e Selic para cima

Em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), os economistas estão mais otimistas do que na semana anterior. A economia brasileira deve crescer 2,09% em 2024, sendo que na semana anterior a projeção era de uma alta de 2,08%. Para 2025, o crescimento foi mantido em 2%.

Já o dólar sofreu um revés nas projeções, diante da preocupação com o fiscal brasileiro. Para 2024, a cotação da moeda passou R$ 5,13 na semana passada para R$ 5,15, enquanto para o ano que vem, a estimativa saiu de R$ 5,10 para R$ 5,15.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 9,90/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.