Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Inflação nos EUA abaixo do esperado em junho atesta que corte de juro está próximo
No mês passado, o CPI registrou uma deflação de 0,1% na comparação com o mês anterior, enquanto a expectativa era de uma alta de 0,10%
inflação, Inflação nos EUA abaixo do esperado em junho atesta que corte de juro está próximo, Capital Aberto

O índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês), medidor da inflação nos Estados Unidos, abaixo do esperado, reforça a expectativa de que o corte de juros por lá deve estar próximo, já que há uma sequência recente de números animadores.

O resultado positivo mais uma vez mostra que a postura mais dura do Federal Reserve (Fed) para trazer a inflação à meta de 2% está surtindo efeito, o que tem animado analistas e investidores. Inclusive, o mercado passou a projetar três cortes de juros nos EUA após os dados de inflação.

Na avaliação do CEO da Asset Management Warren (AMW), Celson Placido, os números preliminares do CPI foram bons, gerando uma expectativa de que as taxas de juros dos EUA devem ser cortadas em 25 pontos-base a partir de setembro. Segundo ele, essa percepção também é positiva para o mercado local, uma vez que, com juros menores nos EUA, os investidores tenham mais apetite para investir em países emergentes como o Brasil.

Logo após o dado, a plataforma CME Group apontava que 48,5% dos investidores projetavam um segundo corte de juro em novembro, meio às eleições americanas, sendo que há um mês esse número era de 19%. Para um terceiro corte em dezembro, as projeções passaram de 26,2% para 41%.


Leia também: CPI de junho pode dar ainda mais munição para Fed cortar juros em breve


Em junho, a inflação registrou uma deflação de 0,1% na comparação com o mês anterior, enquanto a expectativa era de uma alta de 0,10%. O núcleo, que exclui itens voláteis como energia e alimentos, mostrou uma alta de 0,1% no período, abaixo da mediana do mercado, que esperava uma alta de 0,20%. Em 12 meses, o CPI apresenta uma elevação de 3,0% ante expectativa de 3,1%.

Rodrigo Cohen, analista de investimentos e co-fundador da Escola de Investimentos, explica que o dado mexeu positivamente com a Bolsa e o dólar. Há pouco, o Ibovespa, principal índice da B3, operava em alta de 0,78%, aos 128.206 pontos, enquanto o dólar futuro tinha baixa de 0,23%, a R$ 5,4195.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 9,90/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.