Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Após flertar com os R$ 5,70, dólar fornece alívio e cai de olho em reunião entre Lula e ministros
Moeda estrangeira opera em forte baixa em relação ao real, diante das expectativas do mercado de resoluções a respeito do câmbio e da situação fiscal brasileira
Fernando Haddad, ministro da Fazenda
Fonte:Agência Brasil
Fernando Haddad, ministro da Fazenda
Fonte: Agência Brasil

Após bater nova máxima na véspera, o dólar opera em forte queda em relação ao real nesta quarta-feira (03), em meio às expectativas do mercado sobre a reunião entre o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros da área econômica, após declarações de que seriam tratadas questões sobre a situação fiscal do país e o câmbio.

Por volta de 12h47 desta terça, o dólar à vista caía 1,86%, negociado a R$ 5,5721, após fechar a R$ 5,6777 na véspera. Já o dólar futuro caía cerca de 1,90%, a R$ 5,5905.

A expectativa gira em torno de planos de ações para conter a alta do dólar. Na véspera, o presidente do Brasil afirmou que algo precisava ser feito. O mercado também especula uma possível intervenção do Banco Central no câmbio.

Em entrevista à Rádio Sociedade, o presidente do Brasil afirmou que debateria possíveis medidas para evitar a escalada do dólar, mas não citou quais seriam as possíveis estratégias adotadas. Quando levantada a possibilidade de alterar o IOF sobre as operações cambiais, o ministro da Fazenda Fernando Haddad negou a possibilidade. A reunião entre Lula e os ministros da equipe econômica ocorre às 16h30.

Enquanto isso, o Ibovespa opera com viés positivo. Por volta das 12h31, o índice subia 1,13%, aos 126.191 pontos. 

Além da queda do dólar, que também ocorre ante outros pares, a alta do minério de ferro favorece as ações da Vale, que tem grande peso no índice. Às 12h46, as ações da mineradora subiam cerca de 2,70%, negociadas a R$ 64,63.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 9,90/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.