Uma norma para os CRAs

Os impactos da instrução da CVM para as ofertas públicas de certificados de recebíveis do agronegócio

Ajuda/Informações de Apoio / 26 de outubro de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


 

30 de Outubro

8:00 às 11:15

 

No dia 1 de agosto, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) editou a Instrução 600, que regulamenta as ofertas públicas de certificados de recebíveis do agronegócio (CRA). A norma define os direitos creditórios que podem compor o lastro de uma emissão, os deveres e as vedações dos principais prestadores de serviços, incluindo as securitizadoras, e os procedimentos mínimos para a realização de assembleias gerais de investidores. Outra novidade diz respeito à aquisição desses títulos pelos investidores de varejo — agora, eles também podem comprar CRAs com lastro em recebíveis de diferentes emissores, desde que haja retenção substancial de riscos pelo cedente. Neste workshop, vamos esmiuçar as principais mudanças introduzidas pela Instrução 600, conhecer seus impactos sobre securitizadoras e investidores e debater seu potencial de estimular novas ofertas de CRA.

 

Programação

 

8h00 às 8h30

Café de boas vindas

 

 

8h30 às 9h30

Painel

O que muda nas ofertas de CRA com a Instrução 600

Bruno Gomes

Desde 2017 atua como gerente de investimentos estruturados da CVM. A gerência é responsável pela supervisão de FIDC, CRI, CRA, agências de rating e agentes fiduciários. Ingressou na CVM em 2012, tendo atuado na gerência de acompanhamento de fundos estruturados entre 2012 e 2014 e na gerência de desenvolvimento de normas até 2016. É formado em economia e contabilidade, com especialização em economia empresarial. Antes de ingressar na CVM, trabalhou por 13 anos na KPMG, sendo responsável por auditorias envolvendo instituições financeiras, fundos e veículos de investimento offshore.

Raul Cordeiro

Atualmente ocupa o cargo de Gerente de Registros-1 na Superintendência de Registros de Valores Mobiliários da CVM, sendo responsável pela análise das ofertas de CRI, CRA e FIDC, bem como das ofertas públicas de aquisição de ações (OPA). Trabalhou na área de Gestão de Riscos Financeiros da Eletrobrás e na Diretoria de Pesquisas Econômicas do IBGE. É formado em Engenharia de Produção pela UFRJ, com MBA em Gestão de Negócios pelo IBMEC/RJ.


Apresentação 

 

 

9h30 às 9h45

Intervalo

9h45 às 11h15

Debate:

Nova instrução de CRA: avanços e incertezas

Bruno Cerqueira

Sócio do PMKA Advogados. Possui experiência em mercado de capitais e direito bancário tendo atuado na CVM e em outros escritórios de advocacia de renome nacional. Participou em inúmeras operações do mercado financeiro, tais como emissões de ações, debêntures, NPs, bonds, quotas de fundos de investimentos (FIDC, FIP, FII e Fundos 409), operações de securitização envolvendo títulos imobiliários (LCI, CCI e CRI) e títulos do agronegócio (CPR, CDCA, LCA e CRA), bem como OPAs em geral (tag along, aumento de participação, cancelamento de registro e etc). Autor de diversos artigos sobre títulos do agronegócio. Formado em direito pela UERJ e mestre em direito comercial na USP.

 

Fernanda Mello

Sócia-fundadora na VERT, com mais de 20 anos de experiência no mercado financeiro, foi Sócia-Diretora da Octante e gestora de Renda Variável da Mauá Investimentos. Trabalhou por 10 anos no Credit-Suisse como gestora da mesa proprietária de Renda Variável. Graduada em Administração de Empresas pela FGV-SP.

 

Fernando Monaro

É Gerente de Finanças Estruturadas na Syngenta desde 2015. Sua carreira foi construída em diferentes funções financeiras como Planejamento Estratégico, Tesouraria, Crédito e Gerenciamento de Risco nos segmentos de Agro e Metais e Mineração. Sua experiência inclui, entre outros, a implementação de programas de financiamento, fornecendo alternativas para a gestão de fornecedores e fontes de financiamento incremental para os clientes através de parcerias com bancos e fundos locais e no exterior, trazendo melhorias na gestão de risco de crédito e melhorias nos índices da empresa através dessas iniciativas. Adicionalmente, implementou diferentes programas no agronegócio que proporcionaram financiamento e acesso ao crédito para os clientes por meio de emissões de CRAs (Agri Receivables Certificates) no mercado de capitais, bem como iniciativas para trazer competitividade por meio de operações de Barter. Possui mestrado na Fundação Getulio Vargas e é formado em administração de empresas pela Universidade de São Paulo.

 

 Marcelo Ferraz

É o sócio responsável pela área de Operações Estruturadas de Mercados de Capitais na XP. Atua no mercado financeiro há 20 anos, tendo trabalhado no Banco Garantia, Credit Suisse, Deutsche Bank e agora na XP Investimentos. Desde 2002 tem trabalhado na área de produtos estruturados, tendo focalizado o mercado de DCM local desde 2013. É formado em engenharia (IME-1991), com mestrado em Matemática (IMPA-1998) e MBA Executivo em Finanças (INSPER-1999).

 

Renato Frascino

Diretor de securitização para o agronegócio do Grupo Gaia. Responsável pela originação, estruturação de operações de CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio) pela Gaia Agro Securitizadora a ser distribuído no mercado de capitais. Bacharel em Administração de Empresas pela FAAP,  possui especializações voltadas ao agronegócio e economia pelo PENSA/FIA USP e ESALQ.

 

 Participantes

Ana Corazzari, Itaú Unibanco

Anny Bueno, Luchesi Advogados

Antonio José Orlandi, Gv Holding

Bianca Borsato, Martinelli Atria

Bianca Souza Soares, Vert

Bruno Fagundes Vianna, Fagundes Pagliaro Advogados

Bruno Fonseca, Uby Agroquímica

Carolina Arabage Cirilo, Gv Holding

Daniele Goncalves, Anbima

Eugenia Siqueira, Coimbra e Chaves Sociedade de Advogados

Fabiana Freitas, Syngenta

Giuliana Amalli, Gaia Agro

Guilherme Adan Nepomuceno, PMKA Advogados

Henrique Noronha, CM Capital Markets

João Ferrari, Luchesi Advogados

Leopoldo Vaz, PMKA Advogados

Mariana Nalim Ferro Pinheiro, Fagundes Pagliaro Advogados

Martha de Sá, Vert

Rafael Godinho, PMKA Advogados

Tiago Rodrigues Silva, Uby Agroquímica

Victor Manso Roman, Stocche Forbes Advogados

Victor Rogerio Consoli, Gv Holding

Vinicius Padua, Tauil e Chequer Sociedade de Advogados

 

Avaliação do evento

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Novas regras para o crédito imobiliário
Próxima matéria
Riscos cibernéticos no topo das organizações



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Novas regras para o crédito imobiliário
  24 de Outubro 8:00 às 11:15   Publicada em 31 de julho, a Resolução 4.676 do Conselho Monetário Nacional...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}