ICO: Uma boa ideia?

O que esperar dessa forma inovadora de capitalizar empresas

Informações de Apoio / 11 de abril de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


 

 

 

Programação

 

Semelhantes às ofertas iniciais de ações (IPOs), as ICOs, sigla em inglês para initial coin offerings, são uma forma de captar recursos emitindo para o investidor ativos virtuais conhecidos como tokens ou coins. A consultoria Coindesk estima que, só no primeiro semestre de 2017, 1,13 bilhão de dólares em todo o mundo foram captados por meio dessa estratégia, o que evidencia a atratividade dos ICOs. Como funcionam essas ofertas? Quando um token é considerado valor mobiliário? Quais riscos a CVM enxerga nesse tipo de emissão? Está nos planos do regulador normatizar as ICOs? Qual o potencial e os desafios dessas transações? Essas e outras questões serão debatidas neste workshop. Participe!

 

8h00 – 8h30

Café de boas vindas

 

8h30 – 9h30

Painel 1

O que são as ICOs e como elas podem revolucionar o financiamento das empresas

 

Suzi Hong Tiba

Sócia do BSH Law,  com vasta experiência no atendimento de empresas nacionais e multinacionais do setor de tecnologia e inovação, e mercado de capitais, em projetos de avaliação de riscos legais, estruturação de novos negócios, fusões e aquisições, implantação de programas de compliance, negociação e revisão de contratos complexos, e consultoria preventiva e pré-contenciosa. É reconhecida pela publicação Análise Advocacia 500, edições de 2015 e 2016, como uma das advogadas mais admiradas em Contratos e Tecnologia.

 

Apresentação – Painel 1 – Suzi Hong Tiba

 

 

9h30 – 10h30

Painel 2

A visão da CVM sobre as ICOs e criptomedas

 

Dov Rawet

Superintendente de registro de valores mobiliários da CVM. Anteriormente, atuou nas áreas de M&A e investimentos em private e public equities, no Rio de Janeiro, São Paulo e Nova York. Na Anbima, ministrou cursos de valuation, entre outros. Formado em Engenharia de produção (UFRJ), Direito (UERJ) e possui MBA em Finanças (IBMEC-RJ), além de deter a certificação CFA.


Apresentação – Painel 2 – Dov Rawet

 

10h30 – 11h

Intervalo para café

 

 11h – 12h

Debate

Debate: Perspectivas e desafios do mercado de ICOs

André Carrera Fernandes

Cofundador da Wuzu, uma exchange de criptomoedas baseada nas melhores práticas do mercado financeiro tradicional. Com mais de 10 anos no mercado financeiro, atuando como trader de diversos produtos incluindo derivativos, passou a se interessar por criptomoedas em 2012. Em 2015 liderou o desenvolvimento de um dos primeiros fundos de investimento no setor, envolvendo operações de alta frequência.

 

Fernando Barrueco

Diretor da BOMESP (Bolsa de Moedas Digitais Empresariais de São Paulo) e sócio da Perrotti e Barrueco Advogados Associados, integrou os escritórios Pinheiro Neto Advogados e Wald Advogados e Associados. É Diretor Presidente da Fundação Nemirovsky, membro do departamento internacional do Instituto Brasileiro de Direito Constitucional – IBDC, integrante do Núcleo de Estudos para o Mercosul da PUC/SP.
Professor pela PUC/SP, do curso Preparatório para Exames da OAB/SP e Universidade Impacta, docente pela UNICSUL. Participou de várias avaliações de empresas em Fusões e Aquisições, bem como da privatização do sistema Eletrobrás, tendo sido responsável pela avaliação na área fiscal trabalhista das Centrais Elétricas Mato-grossenses S/A – CEMAT. Consultor de diversas entidades do Terceiro Setor. Advogado graduado e mestre em Direito Tributário pela PUC/SP.

 

.

Frederico Rizzo

Fundador do Broota, empresa pioneira em equity crowdfunding no Brasil. Com passagens pela Mãe Terra Produtos Naturais e Orgânicos, Ideiasnet e Natura, Rizzo foi também co-fundador da ONG Vento em Popa. É formado em administração pela FGV-EASP, com MBA finanças e empreendedorismo pela Duke University.

 

Pierre Schurmann

Sócio gestor e fundador da Bossa Nova Investimentos. Empreendedor e investidor em +350 startups globalmente. Fundou 5 empresas que juntas faturaram mais de R$250 milhões e geraram mais de R$50 milhões em resultados e exits. Co-fundador da ideia.com (com R$25mm da Warburg Pincus), primeira aceleradora a receber capital internacional, em 2000. Advisor registrado no SEC (CVM americana).

 

Thaís de Gobbi

Sócia do Machado Meyer Advogados, é especialista em direito bancário e securitário, prestando assessoria a instituições nacionais e estrangeiras. Atua na área regulatória e nos mais diversos tipos de operações no mercado financeiro e de seguros, bem como no estabelecimento de atividades no Brasil, seja por meio da constituição de uma nova sociedade ou da aquisição de participação em sociedades existentes. Atua em operações de financiamento e reestruturação de dívidas, principalmente representando credores. Na esfera regulatória, trata de assuntos ligados à indústria de meios de pagamento e auxilia instituições financeiras e seguradoras a estruturar novos produtos e a rever contratos utilizados no desenvolvimento de suas atividades. Na área de seguros, trabalha na constituição de seguradoras, planos de saúde e corretoras, em operações de compra e venda de participação societária (M&A), na elaboração e revisão de contratos de resseguro e na assistência jurídica a processos de aprovação de produtos perante os órgãos reguladores. Formada em direito pela USP, pós-graduada em Direito societário e ressecuritário pela FGV e mestrado pela Columbia Law School. Reconhecida pela publicação The Legal 500, edição 2017, na categoria Next generation lawyer, recomendado em Bancário e Financeiro e Seguros.

 

 Participantes

 

Ana Luiza Salles

André Carréra Fernandes – Wuzu

Cristiana Pereira – ACE Governance

Daniela Marti – Itaú BBA

Delita Longo Casella

Denis Shuit Ueda – Cadence Gestora de Recusros

Douglas Ogata – Lefosse Advogados

Dov Rawet – CVM

Fabiane Goldstein – InspIR Group

Fernando Barrueco – BOMESP

Frederico Rizzo – Broota

Guilherme Rodrigues da Cunha – Uby Agroquímica

Karin Rocha – Madrona Advogados

Luciana Simões Rebello Horta – Baptista Luz Advogados

Marcos Botelho – Superjobs

Mateus Lopes da Silva Leite – Candido Martins Advogados

Nair Saldanha – Madrona Advogados

Paulo Henrique Signori Pinese – Stocche Forbes Advogados

Pierre Schurmann – Bossa Nova Investimentos

Priscila Monteiro Cunha – Velloza Advogados Associados

Rafael Erlinger – Lefosse Advogados

Ricardo Zago – BOMESP

Roger Oey – Bloomberg do Brasil

Santiago Fortes

Suzi Hong Tiba – BSH Law

Thais de Gobbi – Machado Meyer Advogados

Tiago Ferreira – Lilla, Huck, Otranto, Camargo Advogados

Tiago Rodrigues Silva – Uby Agroquímica

 

Avaliação do evento

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  tecnologia Bitcoin ICO criptomoedas Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Inovação corporativa
Próxima matéria
Ética dos dados



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Inovação corporativa
Patrocínio   Programação O corporate venture vem se desenvolvendo a passos largos no Brasil. Atualmente,...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}