Fundos de investimento e a Lei da Liberdade Econômica

Os impactos da nova legislação na responsabilidade de investidores e prestadores de serviços dessa indústria

Informações de Apoio / 25 de novembro de 2019
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Patrocínio

 

Programação

Em setembro de 2019, a Medida Provisória 881/19 foi transformada na Lei 13.874, após sanção presidencial. Apelidada de Lei da Liberdade Econômica, ela estabelece uma série de medidas de desburocratização e simplificação de processos para empresas e empreendedores. A legislação também abriga um capítulo específico dedicado aos fundos de investimento. Nele, propõe, entre outros itens, a possibilidade de limitação da responsabilidade de cada investidor ao valor de suas cotas e alterações no regime de responsabilidades dos prestadores de serviços de fundos de investimento. Quais os impactos dessas mudanças na indústria de gestão de recursos? Em que medida elas geram mais segurança jurídica? Quais serão os desafios da CVM na compatibilização de seus normativos com este dispositivo legal? O que pensam os investidores de fundos sobre as novidades introduzidas pela lei? Essas e outras questões serão debatidas nesse Grupo de Discussão. Participe!

 

8h15 às 9h

Café da manhã

 

9h às 11h

Debate

Daniel Maeda

Sócio-diretor da ACE Startups, empresa de inovação que já investiu em mais de 100 Startups e ajuda mais de 40 grandes empresas a inovarem. Antes da ACE, Garutti construiu uma sólida carreira executiva de quase 15 anos, liderando lançamentos de produto, Novos Negócios e projetos de M&A em empresas do porte de Siemens, BRF e Faber-Castell. É professor da ESPM nas cadeiras de empreendedorismo, inovação e startups e também Sócio-fundador da Fabenne Vinhos Casuais. Bacharel em Administração de Empresas / Comércio Exterior pelo Mackenzie, tem MBA pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e dois anos de estudos em Filosofia.

 

Felipe Hanszmann

Sócio do Vieira Rezende Advogados, tem grande experiência em assuntos societários complexos, incluindo operações de M&A nacionais e internacionais, além de contencioso estratégico e arbitragens relacionadas à matéria, assessorando grupos empresariais relevantes, fundos de Private Equity/Venture Capital e bancos de investimento. Desenvolveu reconhecida expertise em assuntos regulatórios perante a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), prestando assessoria em reestruturações societárias, ofertas públicas de aquisição (OPAs) e processos administrativos. Trabalhou como associado internacional em escritório em Londres. É membro da área técnica do CAF (Comitê de Aquisições e Fusões) e atua como árbitro em matérias societárias. Felipe também se dedica à carreira acadêmica, como professor na FGV Direito Rio, em matérias relacionadas a takeover regulation, M&A e empreendedorismo, e edita uma coleção anual de artigos sobre Direito Societário e Mercado de Capitais. É mestre em Corporate and Securities Law pela London School of Economics. Pós-graduado em Direito Tributário pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ/2007). Pós-graduado em Direito Societário e Mercado de Capitais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ/2005). Bacharel em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

 


Apresentação

 

Luiz Sedrani

CIO da Asset Management do Banco Votorantim. É responsável pela gestão de investimentos de Fundos Líquidos (Renda Fixa, Multimercado, Cambial e Ações), pela gestão e estruturação dos Investimentos Alternativos (Fundos de Investimentos em Participações, Fundos de Investimento em Direitos Creditórios, Fundos de Investimentos Imobiliários e Fundos de Crédito Privado) e pela área de Multi-Asset Solutions, selecionando gestores e Fundos do mercado que possam complementar a estratégia do Banco. Sedrani é membro Titular do Comitê de FIP e membro Suplente do Comitê de FIDC da Anbima. Graduado em Engenharia pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo e pós-graduado em Finanças pela Fundação Getúlio Vargas, possui as certificações CFA – Charterholder, CGA, CPA-20 e CPNI – Apimec.  Além do Banco Votorantim, Sedrani já fez parte da equipe de profissionais do Banco Pine e da Brasilwood Partners, com um histórico de mais de 20 anos de atuação no mercado financeiro.

 

Rafael Bassani

Diretor na Spectra Investimentos, onde participou de todas as etapas desde a criação da companhia, estando envolvido em todas as etapas de decisão de investimentos e estruturação dos quatro fundos da casa, que somam cerca de R$1,7bi de capital. Seu trabalho na Spectra envolve a análise de diferentes estratégias de investimento, incluindo Venture Capital, Search Funds, Real Assets, Legal Claims, Private Equity Buyout e Growth e Investimentos Estressados, nos mais diversos setores na América Latina. Além das atividades de investimento e operações, Rafael gerencia a parceria com o Insper e Abvcab para elaboração de pesquisas. É bacharel em Engenharia Civil pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo. Ele é fluente em Inglês e Português.

 

 

Avaliação do evento

 

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Um propósito para as corporações
Próxima matéria
Oportunidades em infraestrutura



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.




Leia também
Um propósito para as corporações
Patrocínio   Programação A obtenção de lucro não é mais a única — ou principal — razão de existir...