Ética dos dados

Como as companhias devem atuar para proteger a privacidade das informações a que têm acesso

Informações de Apoio / 16 de maio de 2018
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Patrocínio

 

 

Programação

 

Todos os dias uma infinidade de dados é compartilhada entre as organizações e seus parceiros e clientes. Essa troca, cada vez mais disseminada com a digitalização dos negócios, aumenta a responsabilidade das companhias no que diz respeito à proteção e à manutenção da privacidade das informações a que têm acesso — o escândalo recente envolvendo a transferência de dados do Facebook à Cambridge tornou o tema ainda mais urgente. Vazamentos de dados, afinal, podem não só prejudicar a reputação das companhias, como colocá-las em apuros perante os reguladores — e não só os do seu país de origem. A partir de maio, companhias integrantes da União Europeia ou outras localidades que processem dados pessoais de cidadãos europeus passam a ter que cumprir a Regulamentação Geral de Proteção de Dados (GDPR, na sigla em inglês), que endurece as penalidades aplicáveis às empresas em caso de vazamento de dados. No Brasil, ainda não há um marco regulatório para a proteção de informações pessoais, mas este é um assunto que vem sendo discutido pelo legislativo. As empresas brasileiras estão preparadas para enfrentar esse cenário regulatório? O que podem fazer para mitigar os riscos de vazamento de informações? Quais são as regulações em desenvolvimento no mundo sobre privacidade de dados e seus impactos sobre os negócios no Brasil? Essas e outras questões serão debatidas nesse encontro. Participe!

 

8h15 – 9h00

 

Café da manhã

 

9h00 – 11h00

 

Debate

 

Edgar D’Andrea

Sócio da PwC e líder das práticas de cyber security e privacidade de dados. Atua nos setores de consumo e varejo, de instituições financeiras e entretenimento, atendendo organizações líderes em seus setores. Possui trinta e cinco anos de experiência profissional na prestação de serviços de consultoria e de auditoria em tecnologia e segurança da informação. Tem profunda experiência no estabelecimento de estratégias e práticas corporativas de segurança relacionadas com planejamento estratégico e organizacional, controle de acesso, gestão de identidades, gestão de ameaças e vulnerabilidades, gestão de incidentes e crises, gestão de continuidade de negócios, assim como com governança, riscos e compliance em TI. Articulista e autor de livros de tecnologia e segurança da informação. É bacharel em Ciência da Computação pela Unicamp, pós-graduado em Administração de Empresas pela FGV-SP. Participou de programas de formação de executivos na Darden School,Virginia University, USA e na Tuck School of Business Administration of Dartmouth, New Hampshire, USA. Possui os certificados CISA (Certified Information System Auditor), CISM (Certified Information Security Manager) e CGEIT (Certified in the Governance of Enterprise IT).

 

Eduardo Batista

Sócio de cyber security da PwC. Especialista em segurança da informação, threat intelligence, governança, risco e compliance de TI e auditoria de sistemas. Possui mais de vinte anos de experiência, tendo atuado em projetos de elaboração de estratégias de segurança da informação e privacidade de dados, criação e gestão de estruturas e soluções de Segurança da Informação, planos de gerenciamento de continuidade de negócios (BCP/DRP), análise de vulnerabilidades, riscos, desenho de soluções de segurança, implementação e resposta a incidentes de segurança no Brasil e no exterior. Bacharel em ciências da computação com MBA em gestão de negócios, possui os certificados EnCE – EnCase Certified Examiner e BS25999 Lead Auditor.

 

 

Felipe Amaral de Mattos

Diretor de analytics e inovação da Kroton. Em 2013, foi um dos cofundadores da startup de ensino adaptativo Studiare, adquirida pela Kroton em 2015. Trabalhou também nas empresas McKinsey & Company e HSBC. Formou-se em Engenharia da Computação pelo Instituto Militar de Engenharia (IME), possui especialização em Economia Matemática pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e MBA em Administração de Empresas pela Wharton Business School.

 

 

José Marcos Oliveira

Assumiu como country manager da Symantec em abril de 2017 . Responsável pela Operação da Symantec no Brasil, o executivo, que construiu uma trajetória profissional de sucesso, tem a missão de expandir os negócios da empresa e gerenciar o time brasileiro. Antes da Symantec ele esteve na liderança da Blue Coat no Brasil desde 2009. Com mais de 20 anos de experiência executiva, principalmente na indústria de TI/Rede, com cargos executivos na  área corporativa, contas globais, relacionamento estratégico com parceiros, e provedores de serviços. Bacharel em Sistemas da Informação e Ciência da Computação pelo Humber College, em Toronto, Canadá, e especialização em Comunicação de Dados pela University of Santa Barbara, na Califórnia, Estados Unidos.

 

Marcel Leonardi

Conselheiro sênior de políticas públicas do Google no Brasil e professor da FGV Direito SP. Bacharel, mestre e doutor em Direito pela USP, com pós-doutorado pela Berkeley Law. Certificado em privacidade europeia e em privacidade dos EUA pela International Association of Privacy Professionals – IAPP. Autor de “Responsabilidade Civil dos Provedores de Serviços de Internet”, “Tutela e Privacidade na Internet” e co-autor de “Responsabilidade Civil na Internet e nos demais meios de comunicação”.

 

Renato Leite Monteiro

Sócio do Baptista Luz Advogados, coordenador da área de proteção de dados. Foi consultor do Ministério da Justiça para o anteprojeto de proteção de dados e study visitor do Departamento de Proteção de Dados Pessoais do Conselho da Europa. Co-Fundador do Data Privacy.br. Doutorando em Filosofia do Direito na Universidade de São Paulo e mestre em Direito Constitucional pela UFC. LL.M em Technology Law pela NYU e NUS.

 

 

Participantes

 

Adilson Rodrigues – Instituto ARC

Adriana Prado – Brunswick Group

Alan Campos Elias Thomaz – Mattos Filho

Alberto Araújo – MPro

Alessandra Barea – Symantec

Alexandre Lima – Lidra

Ana Rita Bibá Gomes de Almeida – EDP Energias do Brasil

Andrea Bocabello – Fleury

Antonio Gonçalves – Telefônica Brasil / VIVO

Bruno Lopes Ferreira – UFABC

Camila Cypriano Mano – EDP Energias do Brasil

Carlos Gustavo Gomes – Ciena Corporation

Carolina Franco – RB

Cesar Augusto Aragão – Odebrecht

Daniel Maranhão – Grant Thornton

David Reck – Reamp

Deivid Ribeiro – ISH

Diego Perez – LATOEX

Diogo Marzzoco – CKM Advogados

Edgar D’Andrea – PwC

Eduardo Barreto – Fredericks Michael &Co

Eduardo Batista – PwC

Eduardo Carvalho – USA Tech

Erik Cavalcante Magela – Vox Capital

Fabio Yshikawa – Maxion Weels

Fabio Zanini = Wcf Souza e Planejamento

Fatima Raimondi – 3RC – Ramos & Raimondi Representação e Consultoria

Federico Servideo – PwC

Felipe Amaral de Mattos – Kroton

Felipe Brumatti Sentelhas – Cortez, Rizzi & Miranda Advogados

Felipe Rivato Bauman – Itaú Unibanco

Flávio Cesar Maia Luz – Doing Business Consultoria

Gabriel Rodrigues Teixeira Kon Beu So – Beijaflore Brasil

Gilberto Costa – Grupo Infinita

Glauben Teixeira de Carvalho

Guilherme Benaderet – ANBIMA

Hugo Nisembaum – Grand Thorton

Jackeline Costa de Azevedo – Itaú Unibanco

Jason Bonatelli – Telefônica Brasil

João Paulo Seibel de Faria – Microsoft

José Claudio Securato – Saint Paul Escola de negócios

José Marcos Oliveira – Symantec

Leandro Duran Pereira – CI&T

Leonardo C Militelli – IBLISS

Longinus Timochenco – Latam

Luiz Marcatti – Mesa Corporate Governance

Marcel Leonardi – Google Brasil

Marcelo Sato – Astella Investimentos

Marco Miranda – Aon

Otávio Villares de Freitas – OX8 Governança Corporativa

Paulo Vasconcellos – ProxyCon Assessoria Empresarial

Renato Leite Monteiro – Baptista Luz Advogados

Rene Sanda – FGC

Roberto Teixeira da Costa – CEBRI

Rodrigo Borges – Unilever

Sandra López Gorbe – Ultrapar

Tatiana Regiani – TR Assessoria Empresarial

Thiago Bordini – NSPrevention

Thomas Brull – Porto Itapoa

Vitor Carvalho – Ventura Enterprise

Walter Machado de Barros – CCB – China Construction Bank Brasil

Yanis Cardoso Stoyannis – Embratel

 

 

Avaliação do evento

 

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  proteção de dados etica dos dados cyber segurança cyber security Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
20 anos contra a lavagem de dinheiro
Próxima matéria
Comunicação interna nas transações de M&A



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
20 anos contra a lavagem de dinheiro
Patrocínio   Programação   No dia 3 março deste ano, a Lei 9.613, que dispõe sobre os crimes...