Além dos códigos

Como construir uma cultura de ética corporativa no Brasil

Informações de Apoio / 10 de agosto de 2017
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Programação

Maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro do País, a Operação Lava Jato escancarou para o mundo as escusas relações entre o setor público e importantes companhias nacionais. A falta de ética na atuação dessas empresas — muitas delas companhias abertas e com códigos de compliance e conduta em vigor — deixou uma mensagem clara: leis, normas e regimentos não são suficientes para assegurar que uma organização ande na linha. Mas se regras não bastam, o que pode ser feito pelas empresas para garantir a idoneidade de seus negócios? Como elas podem construir uma cultura ética que funcione na prática? Qual o papel das lideranças nesse processo? É possível uma empresa ser ética quando seus principais parceiros de negócios não compartilham desse princípio? Essas e outras questões serão debatidas nesse Grupo de Discussão, que reunirá especialistas e profissionais envolvidos com a defesa da ética e do compliance. Patrocinado pela Construtora Queiroz Galvão, o encontro contará com a presença de representantes da companhia, que falarão sobre os esforços empreendidos para transformar a cultura interna da organização e disseminar a ética entre seus interlocutores de negócios.

 

8h15 – 9h00

Café da manhã

 

9h00 – 11h00 

Debate com convidados

 

Alexandre Fialho

Sócio fundador da Filosofia Organizacional. A disseminação do seu trabalho como filósofo organizacional o levou a assumir cadeiras em conselhos de administração e em comitês de governança corporativa em diversas companhias, além de ser mentor de importantes líderes empresariais na América Latina.  Foi presidente da Korn/Ferry para a América Latina e liderou, dentre outras empresas, a Hay Group e o Grupo Vera Cruz, no qual atuou como presidente e CEO por sete anos. Tem lecionado no IBMEC, na PUC Minas e na FDC, onde chegou às posições de diretor e vice-reitor. É mestre em filosofia. Cursou MBA Executivo na FGV e Ohio University, MBA em Finanças no IBMEC, Programa de Gestão Avançada (PGA) na Fundação Dom Cabral (FDC) e INSEAD.

 

 

Eduardo Alonso Olmos

Advogado da Advocacia Geral da União. Atualmente coordena acordos de leniência por parte da AGU, na Consultoria-Geral da União. Foi coordenador-geral de defesa da probidade na Procuradoria-Geral da União, responsável pela orientação em processos relevantes relacionados à corrupção. Coordenou o Laboratório de Recuperação de Ativos da AGU. Foi coordenador substituto da Coordenação de Atuação Proativa da Procuradoria-Regional da 1ª Região, com forte atuação em ações de improbidade administrativa. Mestre em Direito pela Universidade de Salamanca, Espanha, no tema sobre combate à corrupção.

Giovanni Falcetta

Sócio da área de compliance de TozziniFreire Advogados e coordenador da Comissão Anticorrupção e Compliance do Instituto Brasileiro de Direito Empresarial (Ibrademp). Sua atuação se concentra na condução de investigações internas e estruturação/ implementação de programas de compliance em empresas nacionais e estrangeiras de diferentes setores. Também participou ativamente das discussões envolvendo a tramitação e regulamentação da Lei Anticorrupção brasileira.

 

 

Wagner Giovanini

Sócio da Compliance Total. Militou por diversos anos na área de gestão da qualidade e gestão ambiental, tendo sido diretor técnico do Instituto Paulista de Excelência em Gestão (IPEG), membro do Conselho das Partes Interessadas do Movimento Brasil Competitivo – MBC e membro do Comitê de Meio Ambiente da ABDIB. Atuou como juiz do PNQ (Prêmio Nacional da Qualidade) de 2004 a 2012. Durante 29 anos, dedicou sua carreira profissional na Siemens, com quase 8 anos como diretor de compliance. Ministra palestras, cursos e aulas em universidades sobre temas como ética e integridade corporativa. É engenheiro eletricista formado pela Escola Politécnica da USP, com pós-graduação em Gestão Ambiental, Black Belt na metodologia Six Sigma e Máster Coach formado pela Integrated Coaching Institute.

 

Participantes

Adilson de Souza Rodrigues – Instituto ARC

Alex Malavazi – Bayer

Alexandre Fialho – Filosofia Organizacional

Alexandre Tadeu Navarro – Navarro Advogados

Ana Cristina Freire – Construtora Queiroz Galvão

Ana Eliza Fávero – ARSESP

Andreia Andrade Gomes – AGomes Marketing

Bruna Ortega – DC Comunicação

Bruno Aurélio – Tauil & Chequer Advogados

Claudio Yokota – Yokota e Yokota

Cristina Lepikson – Odebrecht

Daniele Gobo – Patria Investimentos

Daniella Camargos – Construtora Queiroz Galvão

Denise Carvalho – DC Comunicação

Edison Carlos Fernandes – FF Advogados

Eduardo Alonso Olmos – Advocacia Geral da União

Endrigo Perfetti – Mineração Buritirama

Fábio Riserio – Além das Palavras

Fernando Merino – 4M Consultoria

Flávio Pimentel – Construtora Queiroz Galvão

Francisco Costa e Silva – Bocater Advogados

Giovanni Falcetta – TozziniFreire Advogados

Gislene Rosa – Grupo CDI

Jéssica Macedo de Paula – Arteris

João Bonvicino – Barbosa Mussnich Aragão

João Miguel Drummond – Construtora Queiroz Galvão

José A Calsavara – Klabin

Jose A Machado – Plenus Compliance

Joyce Andrews da Costa – VLI

Juliana Cristina Maximiliano Theodoro Almeida – CSN

Karina Principe – EDP Brasil

Laércio de Sousa – General Cable Brasil

Luiz Adams – Tauil & Chequer Advogados

Marcus Braga – Oi

Mario Bianchini – Construtora Queiroz Galvão

Mitchel Diniz – Capital Aberto

Nair Veras Saldanha Janson – Bocater Advogados

Pedro Cardoso Alves – SANO Saneamento e Participações

Petrônio Braz Junior – Construtora Queiroz Galvão

Raquel Azevedo – ARSESP

Rodolfo Figueiredo – Construtora Queiroz Galvão

Rosalia Camello – Construtora Queiroz Galvão

Shirley Emerick – Odebrecht

Simone Azevedo – Capital Aberto

Simone De Grandis – Syard Fraud Ethics Compliance

Viviane Araujo – Votorantim Cimentos S.A.

Viviane Saraiva Whehaibe – Construtora Queiroz Galvão

Wagner Giovanini – Compliance Total

Wilson Carnevalli Filho – Ekilibra

Avaliação do evento

Acesse o formulário de avaliação clicando aqui.


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a algumas reportagens.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} reportagens gratuitas

Seja um assinante!

Você atingiu o limite de reportagens gratuitas. Que tal se tornar nosso assinante? Além do acesso ao mais especializado conteúdo do mercado de capitais, você terá descontos de até 30% em nossos encontros e cursos. Aproveite!


Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie

Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
O avanço das smart cities
Próxima matéria
Alta tensão




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
O avanço das smart cities
Patrocínio  Programação  As discussões sobre como viabilizar as cidades inteligentes...