Pesquisar
Pesquisar
Close this search box.
Inflação dos EUA acima do esperado reforça cautela do Fed
CPI superou as previsões pelo segundo mês consecutivo à medida que os preços dispararam para carros usados, viagens aéreas e roupas
inflação dos EUA, Inflação dos EUA acima do esperado reforça cautela do Fed, Capital Aberto

O CPI, índice de preços ao consumidor “core”, que exclui os custos de alimentos e energia, aumentou 0,4% em fevereiro nos Estados Unidos, segundo dados do governo divulgados nesta terça-feira (12). Em relação ao ano anterior, o índice avançou 3,8%, informa o Bureau of Labor Statistics.

Os economistas consideram o core do indicador de inflação nos EUA melhor do que o CPI cheio. O relatório acrescenta evidências de que a inflação está se mostrando persistente, o que mantém o banco central americano cauteloso sobre o começo da flexibilização da política monetária.

O presidente do FED, Jerome Powell, sugeriu na semana passada que ele e seus colegas se aproximam do nível de confiança necessário para começar a reduzir as taxas de juros no país. Porém, parte do colegiado expressou que gostaria de ver uma redução mais ampla nos preços antes de iniciar os cortes no juro.

“Isto provavelmente será visto como uma razão para manter a política inalterada por um pouco mais de tempo”, disse Kathy Jones, estrategista-chefe de renda fixa da Charles Schwab. “Através da volatilidade, a tendência de queda na inflação parece estar se estabilizando e o Fed gostaria de vê-la seguindo sua trajetória de queda.”

A reação do mercado, após a divulgação do núcleo da inflação dos EUA, foi instável. Os traders inicialmente se concentraram em detalhes-chave que sugeriam que existem algumas áreas de alívio na inflação, antes de aparentemente voltarem para os números robustos de destaque. Os rendimentos do tesouro dos EUA (os Treasuries) subiram, enquanto o S&P 500 iniciou o pregão um pouco acima.

Para a próxima reunião do FED, há consenso de que o juro será mantido no patamar atual. A expectativa geral é por pistas sobre quando o banco central começará a reduzir os custos de empréstimos.

Habitação e gasolina contribuíram com mais de 60% do avanço mensal geral do CPI, disse o Bureau of Labor Statistics. Os preços também subiram nos segmentos de carros usados, vestuário, seguro de veículos e tarifas aéreas — que registraram o maior avanço mensal desde maio de 2022.

Os preços de habitação, a maior categoria dentro dos serviços analisados, subiram 0,4%, desacelerando após um grande salto em janeiro. O mesmo ocorreu com o “Owners’ equivalent rent” (OER) — um subconjunto da categoria de habitação, o componente individual mais significativo do CPI.

Outro fator que tem estimulado o FED a seguir com os juros altos por mais tempo é a força do mercado de trabalho. Um relatório divulgado nesta terça-feira mostrou que os ganhos reais continuaram a subir em uma base anual, estendendo uma série de meses em que o crescimento salarial superou modestamente a inflação.


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 34,40/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.