Pesquisar

|

|

Pesquisar
Close this search box.
Fundos Multimercados seguem no vermelho e de Ações desaceleram perdas
Mesmo com o desempenho ruim das duas categorias, a indústria de fundos voltou a exibir, no agregado, ingressos líquidos de recursos: R$ 159 bilhões
Fundos de investimentos, Fundos Multimercados seguem no vermelho e de Ações desaceleram perdas, Capital Aberto

A indústria de fundos de investimentos segue na trajetória de recuperação, após anos de perda de recursos. Dados do primeiro semestre do ano mostram uma captação líquida de R$ 159 bilhões. Em igual período de 2023, o segmento havia perdido, em termos líquidos, R$ 124,1 bilhões. Outros dados apresentados pela Anbima na divulgação do balanço do primeiro semestre também são positivos e reforçam um dinamismo melhor da indústria. As exceções, novamente, foram os fundos Multimercados e de Ações que ainda não interromperam o movimento de saques.

O patrimônio líquido dos fundos de investimentos em junho chegou a R$ 8,9 trilhões, avanço de 13,3% sobre junho de 2023. Na mesma base de comparação, o número de contas saltou 10,7% e o de fundos avançou 5,8%. “Quando olhamos a captação líquida acumulada nos primeiros seis meses dos últimos cinco anos, o desempenho nesse primeiro semestre é o segundo melhor do histórico mais recente e só perde para 2021, onde a gente teve R $ 274 bilhões”, comentou Pedro Rudge, diretor da Anbima, acrescentando que a recuperação se explica pela base ruim dos últimos dois anos, marcados por saques líquidos.

Destaques por categoria

Quem puxou o desempenho no primeiro semestre, em ambiente de juro alto, foram os fundos de investimentos da categoria crédito privado, em particular os de duração livre e crédito livre que responderam por R$ 149,3 bilhões de ingressos, de um total de R$ 192,5 da classe. As categorias que jogaram para baixo o desempenho agregado foram, novamente os Multimercados e os de Ações. No primeiro semestre, os Multimercados perderam R$ 81 bilhões. “Quando a gente olha para as classificações, aqueles que tiveram mais resgate foram os produtos que podem investir mais de 40% no exterior, totalizando R$ 44,9 bilhões de saídas”, comenta Rudge. Já os fundos de ações, apesar de seguirem no vermelho, conseguiram desacelerar o movimento e perderam no semestre R$ 100 milhões. Em igual período de 2023, havia perdido R$ 36,5 bilhões.

Leia Mais: Novas LCDs podem competir com LCIs e LCAs


Para continuar lendo, cadastre-se!
E ganhe acesso gratuito
a 3 conteúdos mensalmente.


Ou assine a partir de R$ 9,90/mês!
Você terá acesso permanente
e ilimitado ao portal, além de descontos
especiais em cursos e webinars.


Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o limite de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês.

Faça agora uma assinatura e tenha acesso ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais


Ja é assinante? Clique aqui

Acompanhe a newsletter

Leia também

mais
conteúdos

APROVEITE!

Adquira a Assinatura Superior por apenas R$ 0,90 no primeiro mês e tenha acesso ilimitado aos conteúdos no portal e no App.

Use o cupom 90centavos no carrinho.

A partir do 2º mês a parcela será de R$ 48,00.
Você pode cancelar a sua assinatura a qualquer momento.