Responsabilidade crescente

Grupo de Discussão Contabilidade, realizado no dia 5 de março de 2015

Grupos de Discussão/Contabilidade/Encontros
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Este encontro foi patrocinado por:patrocinio

Responsabilidade crescente

A Lei das S.As. não mudou, mas a responsabilidade do administrador de companhia aberta pelas demonstrações financeiras está cada vez mais em evidência. A demanda por mais diligência não é resultado, apenas, de escândalos corporativos, como o da Petrobras. “Com o IFRS, o administrador passou a fazer julgamentos, o que aumentou sua responsabilidade”, disse Edison Fernandes, sócio do escritório Fernandes Figueiredo. O tema foi abordado no dia 5 de março durante o segundo encontro do Grupo de Discussão Contabilidade, promovido pela CAPITAL ABERTO, em São Paulo.

A responsabilidade crescente não se reflete, entretanto, no preparo daqueles que ocupam assentos em conselhos de administração e diretorias estatutárias. “Falta ao gestor consciência dos riscos de sua tomada de decisão”, observou Richard Blanchet, diretor de negócios da CSN e redator da cartilha do GT Interagentes que também abordou o tema. Fazer as perguntas necessárias ao se deparar com as demonstrações financeiras, ainda que não conheça em detalhes cada item que compõe o balanço, é uma das formas de ser diligente. E aqui mora uma barreira cultural a ser vencida. Segundo Blanchet, o executivo questionador é tido como chato; responder “não sei” é algo considerado vergonhoso. “O CFO tem que ter formação contábil e não apenas ser tesoureiro”, completou Nelson Carvalho, professor da FEA-USP.

A adoção do IFRS como desencadeador do processo de conscientização dos administradores é inegável. A importância dada à contabilidade, porém, é questionável. “Será que a contabilidade não está ocupando um papel de protagonismo que deveria ser da estratégia, da criação de valor e do alinhamento dos vários stakeholders?”, questionou Thomas Brull.

• Leia a matéria sobre o Grupo de Discussão publicada na edição de abril da CAPITAL ABERTO.

• Confira os tuítes que publicamos durante o evento.

• Acompanhe a agenda completa dos próximos Grupos de Discussão.

Fotos: Régis Filho


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.

Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 36/mês!
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 36 00

Mensal

Acesso Digital
-
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Completa

R$ 42 00

Mensal

Acesso Digital
Edição Impressa
Desconto de 10% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Corporativa

R$ 69 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 15% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital

Clube de conhecimento

R$ 89 00

Mensal

Acesso Digital - 5 senhas
-
Desconto de 20% em grupos de discussão, workshops e cursos de atualização
Acervo Digital | Acervo de Áudios



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  CSN CAPITAL ABERTO stakeholders Contabilidade A Lei das S.As. 10º workshop CAPITAL ABERTO GT Interagentes Grupos de discussão Edison Fernandes Fernandes Figueiredo diligência lei das sas responsabilidade do administrador Richard Blanchet Thomas Brull Nelson Carvalho Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Hora de resultados
Próxima matéria
Foi justo com Martha?



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Hora de resultados
Para um gestor de fundos de hedge nos Estados Unidos, ser ativista é um passaporte para a fama. As empresas americanas estão,...
{"cart_token":"","hash":"","cart_data":""}