Reputação abalada

Os esforços de companhias brasileiras envolvidas em corrupção para reconstruir sua imagem

Grupos de Discussão/Comunicação Corporativa/Encontros
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Patrocínio

Em sua 45o fase, a Operação Lava Jato colocou em descrédito importantes companhias brasileiras. Investigadas por corrupção, elas já não são mais lembradas por seus projetos grandiosos e resultados exuberantes. As irregularidades cometidas são hoje o principal motivo de estamparem as manchetes dos jornais. Essa situação evidencia os danos que escândalos de corrupção podem causar na reputação das organizações. Além disso, instiga a discussão: é possível uma companhia nessa situação recuperar a confiança de investidores, clientes e parceiros de negócios? Qual a melhor estratégia de comunicação para responder a esse tipo de crise e conter os estragos? Qual o papel da governança corporativa na reconstrução da reputação dessas companhias? O que organizações brasileiras, como Camargo Corrêa e Odebrecht, estão fazendo para evitar novos atos de corrupção? Quais desafios elas têm enfrentado na reconstrução de sua imagem e como isso tem impactado seus negócios? Essas e outras questões foram discutidas no Grupo de Discussão Comunicação Corporativa.

Clique aqui e confira a reportagem Hora de mudar, produzida a partir do encontro.

Assista ao vídeo com os melhores momentos do Grupo de Discussão!

Ficou curioso? Ouça a íntegra do encontro no Clube de Conhecimento!

 


Quer continuar lendo?

Faça um cadastro rápido e tenha acesso gratuito a três reportagens mensalmente.
Tenha o melhor conteúdo do mercado de capitais sem limites ou interrupção.
Assine a partir de R$ 4,90 (nos 3 primeiros meses).
Você está lendo {{count_online}} de {{limit_online}} matérias gratuitas por mês

Você atingiu o seu limite de {{limit_online}} matérias por mês. X

Ja é assinante? Entre aqui >

ou

Aproveite e tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo sobre mercado de capitais!

Básica

R$ 4, 90*

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
-
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$36,00

Completa

R$ 9, 90

Nos três primeiros meses

01 Acesso Digital
01 Edição Impressa
10% de Desconto em grupos de discussão e workshops
10% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$42,00

Corporativa

R$ 14, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
15% de Desconto em grupos de discussão e workshops
15% de Desconto em cursos
Acervo Digital
sem áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$69,00

Clube de conhecimento

R$ 19, 90

Nos três primeiros meses

05 Acessos Digitais
01 Edição Impressa
20% de Desconto em grupos de discussão e workshops
20% de Desconto em cursos
Acervo Digital
com áudos**
A partir do 4° mês, o valor cobrado séra de R$89,00

**Áudios de todos os grupos de discussão e workshops.




Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Corrupção comunicação crise reputação imagem Grupo de Discussão Comunicação Corporativa Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Uma norma para as securitizadoras
Próxima matéria
Sustentabilidade e disclosure



Comentários

Escreva o seu comentário sobre este texto!

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Recomendado para você





Leia também
Uma norma para as securitizadoras
Patrocínio As securitizadoras estão no radar da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Hoje sob o chapéu da Instrução...