Negócios da China

O que esperar dos investimentos chineses em ativos brasileiros

Grupos de Discussão / Encontros / M&A e Private Equity
Por     /    Versão para impressão Versão para impressão


Patrocínio

Maiores parceiros comerciais do Brasil desde 2009, os chineses vêm movimentando as negociações de M&A. De acordo com dados da Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China, esses investidores planejam alocar cerca de 20 bilhões de dólares na aquisição de ativos brasileiros neste ano, montante 87% maior ao de 2016. Para que esse dinheiro seja de fato desembolsado, porém, é preciso que, além de oportunidades de compra, haja um ambiente regulatório e legal favorável ao êxito das operações. Na visão dos chineses, a complexidade do sistema jurídico brasileiro é um desafio para a concretização de negócios. Diante disso, podemos esperar um crescimento no montante de investimentos chineses em 2018? Quais obstáculos precisam ser superados para que um número maior de negócios aconteça? Que tipos de ativos eles procuram e qual o nível de apetite para risco? Empresas endividadas, envolvidas em escândalos de corrupção ou com grande exposição ao governo estão no seu radar? Essas e outras questões foram propostas e debatidas no Grupo de Discussão M&A e Private Equity.

Ficou curioso? Ouça a íntegra do encontro no Clube de Conhecimento!



Participe da Capital Aberto:  Assine Anuncie


Tags:  Machado Meyer M&A grupo de discussão Investimentos chineses Câmara de Comércio e Indústria Brasil-China Encontrou algum erro? Envie um e-mail



Matéria anterior
Sustentabilidade e disclosure
Próxima matéria
Compliance colaborativo




Recomendado para você




Nenhum comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.



Leia também
Sustentabilidade e disclosure
Patrocínio  13 de março - 8h15 às 11h  Programação Embora primordial, o desempenho financeiro...