- Capital Aberto - https://capitalaberto.com.br -

4ª edição – Debêntures de Infraestrutura em debate

O Programa de Investimento em Logística (PIL), lançado pelo governo no mês de junho, prevê investimentos na ordem de R$198 bilhões em 130 municípios e 20 Estados brasileiros. O governo, entretanto, reconhece que o Brasil ainda tem grandes dificuldades para conseguir investimentos de longo prazo.

Para superar este desafio, o BNDES anunciou, em 4 de agosto, o lançamento da Linha de Suporte à Liquidez (LSL) para juros de debêntures. A linha vai permitir que o emissor de debêntures de infraestrutura possa financiar, exclusivamente, os juros a serem pagos aos investidores em títulos emitidos em ofertas públicas. O produto foi estruturado a partir da experiência internacional de suporte à emissão de bonds, respeitadas as características e a legislação brasileiras. A estratégia é trazer novas fontes de financiamento para os projetos, aumentando a participação da iniciativa privada via mercado de capitais.

A IFC, membro do Grupo Banco Mundial e maior instituição de desenvolvimento global voltada para o setor privado nos países em desenvolvimento, pode ter papel fundamental na mitigação de riscos para o mercado em tempos de incertezas econômicas no Brasil.

A INOVA, desde 2012 atenta aos desafios e oportunidades deste importante instrumento de captação de recursos para financiamento de projetos de infraestrutura, formatou a 4ª edição das “Debêntures de Infraestrutura em debate”.

Participe deste encontro exclusivo de executivos do setor. Entenda as mudanças, os desafios e as oportunidades do financiamento de longo prazo via debêntures incentivadas para projetos de infraestrutura.

Renove suas informações com a INOVA, especialista em seminários e conteúdo para o mercado de capitais!